A Little Mouse é o segundo teledisco deste primeiro EP de Grand Sun e marca também o fim da Tour de apresentação do mesmo que viajou pelo país em cidades como Lisboa, Porto, Aveiro, Freamunde, Coimbra e Torres Vedras. Fazem-se mostrar ao vivo já com um alinhamento de ideias e maneiras a atirar para o novo ano enquanto relembram o EP e acompanham bandas estrangeiras como os Triptides e The Bongo Club.

No intervalo dos concertos gravam este teledisco num cenário singular, imaginado e realizado por Luís Judícibus, Afonso Vieira, Leonor Basílio e Carolina Ferreira / Departamento de Cinema e Artes dos Media, da ULHT. Mas é mais que um mero teledisco. Nele vemos presente a instalação (que nos remete para a capa do disco pensada pela artista MURTA) e a destruição da mesma fruto deste fecho de ciclo. Avizinha-se um 2019 com novo disco e vários singles – algumas das canções novas que vêm cantando ao vivo, já tão diferentes deste universo de pessoas plásticas.

Estas são as 10 escolhas da música portuguesa que os Grand Sun partilharam connosco:

Stone Dead, Floating
O ‘Good Boys’ é um LP fenomenal de uns Stone Dead que ao vivo dão tudo o que têm e ainda uma jarda extra.

Sunflowers, Charlie Don’t Surf (Live)
Uma das bandas nacionais com mais nervo da atualidade. Acabam de fazer um ano de 100 concertos por (praticamente) todo o lado e por isso decidimos escolher uma versão ao vivo.

Fausto Bordalo Dias, Porque Não me Vês
A genial versão dos Môrus chamou-nos à lembrança desta meditativa canção do Fausto e de uma outra canção de 1968 – “The Inner Light”.

Capitão Fausto, Ela Não Acha Normal
É voltar ao início da nossa banda, quando ouvíamos esta música vezes sem fim.

Iguanas, Namorado
Mau namorado mas (pelo menos) bem humorado.

Ornatos Violeta, Punk Moda Funk
A faixa de abertura do disco seminal dos Ornatos – Cão. Tudo neste disco soa a 90’s.

AP Braga e Benjamim, Rosie
O Benjamim trouxe-nos de volta esta canção de 1973 de AP Braga e Fausto.

Mighty Sands, DK
Gravar telediscos em fita e ter uma sonoridade nostálgica de areia nos pés e na mente.

José Afonso, Senhor Arcanjo
“Palita os dentes, põe te a cavar, dormem videntes no ultramar” é um verso d’oiro.

Salto, Rio Seco
A metamorfose dos Salto, que saltaram para uma das músicas e disco do ano.


Se queres ouvir mais Mesclas da Semana, clica aqui.