Melquiades são uma banda portuguesa de rock experimental de Lisboa. O quarteto é composto por António Agostinho (Guitarra), Diogo Sousa (Bateria), Luís Lucena (Baixo), e João Nascimento (Synth). Partilham gostos semelhantes em música, e afirmam que o que torna o seu som único é a abordagem individual de cada um dos seus membros à criação musical. Os seus temas nascem de influências latinas em termos rítmicos e harmónicos, e são posteriormente trabalhados em conjunto para que adquiram uma sonoridade mais próxima do rock/electrónica. Oyster Eggs é o nome do EP de estreia, e estará disponível a partir de Setembro de 2018. Os Melquiades estão já a trabalhar no seu LP de estreia, a ser lançado em 2019.

Enquanto esperas por este álbum, fica a saber quais as 10 músicas portuguesas que inspiram cada um dos seus membros :-)

Luís
1. Nuno Canavarro - Bruma

Um marco importantíssimo  da música eletrónica pos-moderna, minimal, tanto a nível nacional como internacional. Parte de um disco único que merece a atenção de qualquer pessoa aberta a conhecer música além da música. Uma abordagem a que o próprio autor abriu portas e cimentou nesse momento da sua carreira, cuja maior parte do trabalho não tem qualquer relação com ele.

2.Linda Martini - Se Me Agiganto

Outro marco importante, num espectro totalmente díspar da anterior, os Linda Martini fizeram duma série de estilos que agarraram toda uma geração e tornaram música portuguesa. Esta épica canção, como muitas outras, pertence ao último disco que torna evidente a identidade e a força da banda. 

António
3. Bruno Pernadas - Anywhere in Spacetime

Sou um admirador do Bruno Pernadas, um guitarrista realmente bom que não se perde de todo no seu instrumento. Consegue pôr o seu background jazz ao serviço da pop de forma brilhante, este tema é exemplo. Não é para todos, mas sim para quase nenhum.

4. Carlos Paredes - variações em si menor

Pediram para fazermos uma lista de 10 músicas portuguesas, esta podia ser todas as 10. Ou então o hino.

5. Memória de peixe - Arcadia Garden

Não queria acreditar quando me mostraram esta música. Obrigado pelo álbum.

Diogo
6. Riding Pânico - Volvo

Esta é uma grande música daquele que é o meu álbum português de post-rock favorito. Foi uma grande influência para mim quando comecei a tocar e ainda hoje sei as linhas de bateria do disco todas de cor. Ou quase todas.

7. Salto - Rio Seco

É bom ter amigos talentosos e com bom gosto. Este é o primeiro single de um disco que sairá depois do verão. Vai ser bom.

João
8. Clã - Problema de Expressão

Escolhi esta música porque fala sobre a dificuldade em exprimir um sentimento, sobretudo através de palavras, com a qual muitas vezes me identifico e também pela referência irónica ao facto de tudo "parecer" mais fácil se dito em inglês, um dos versos que mais me chamou a atenção a primeira vez que a ouvi.

9. Quelle Dead Gazelle - Madrasta

Gosto muito da forma como esta música se desenvolve e da sua história, em geral bastante negra e passando por vários ambientes pesados e/ou angustiantes mas terminando com uma grande "luz" de esperança na parte final que quase parece estender-se até ao infinito.

10. X-Wife - On the radio

E deixamos aqui um tema clássico de uma banda de referência.