Vasco Ribeiro é um jovem artista português sediado em Lisboa que pretende unir a música tradicional portuguesa com o folk moderno. Em 2017 lançou o seu primeiro álbum a solo “Lá Vou Eu”, e em Abril de 2020 lançou o seu segundo álbum com os Clandestinos, “Mais Um Dia”. Atualmente, trabalha num novo álbum que sairá no inicio do próximo ano.

Sobre o seu trabalho disse-nos: “Escrevo sobre o que sinto e sobre o que vejo, para espantar os demónios, e com um fio de esperança de que os meus devaneios possam ser sentidos e identificados por quem os ouve.”

Fica com a sua seleção de 10 músicas, aqui:

Zeca Afonso, “Utopia

“O Zeca foi um dos meus grandes ‘professores’, o génio eterno cujas músicas irão ecoar durante gerações. Escolhi esta música por me trazer um belíssimo sentimento de calma e esperança.”

Sérgio Godinho, “Com Um Brilhozinho Nos Olhos

“O Sérgio Godinho é como um velho amigo que nos acompanha ao longo da vida, e que tem uma música sempre pronta para nos aconchegar nas mais diversas ocasiões.”

Sopa de Pedra, “Ró da Graça

“Uma força da natureza, um dos grupos mais bonitos da música portuguesa!”

João Berhan, “Falas de Revolução

“O João Berhan é, para mim, um dos grandes letristas da nova geração. Uma muito feliz descoberta!”

Criatura, “Aurora

“São uma das bandas mais completas dos nossos tempos, uma grande influência, de energia contagiante. O Gil e o Edgar são simplesmente geniais!”

Jorge Palma, “Terra dos Sonhos

“O ideal de artista romântico, um dos nossos grandes sonhadores. Esta é uma daquelas músicas que passo a vida a cantarolar inconscientemente.”

Sam The Kid, “À Procura da Perfeita Repetição

“Uma parte muito importante da minha juventude e adolescência. Uma prova para os artistas de que é possível viver da música sem nos cingirmos aos padrões convencionais do mercado nacional.”

B Fachada, “Prognósticos

“O cientista louco e genial, que custa a entrar e que depois percebemos ‘Fuck, este gajo é muito bom!'”

JP Simões, “Alvoroço

“Esta música é lindíssima! Ideal para ouvir com um copo de vinho tinto.”

António Variações, “Estou Além

“O Variações é para mim um poeta do povo, que com palavras simples e sinceras diz aquilo que muitos de nós sentem.”

Fotografia da cortesia de Vasco Ribeiro
gerador-mescla-vasco-ribeiro