fbpx
Menu Grande Pesquisa
Carrinho0

Mescla com We Sea

Clemente Almeida (baixo, piano e sintetizadores), Rui Rofino (letrista e vocalista), Rómulo San-Bento (guitarra) e Pedro Rodrigues (bateria) formam We Sea, a banda de synth-pop dos Açores.
“Cisma” é o tema que dá título ao seu segundo álbum com várias influências de cantautores açorianos como os Rimanço, cujo tema “Vapor da Madrugada” inspirou o disco. A partir de uma versão desacelerada desta canção, “formou-se um apego obsessivo pelo glitch melancólico, uma autêntica cisma, que deu origem a todo uma nova estética musical”.
O seu mais recente álbum foi apresentado no festival MIL, em setembro.

Luís Alberto Bettencourt - "Cruzeiro"

"É uma faixa muito especial, que está nas nossas playlists desde sempre. Traduz muito bem aquilo que é um sunset de verão à beira-mar nos Açores."

Rimanço - "No Vapor da Madrugada"

"A 'No Vapor da Madrugada' é um ícone da música açoriana. Tem uma essência muito tradicional que lembra um pouco os cantares que se ouvem/ouviam nos lugares mais recônditos das ilhas."

Luís Gil Bettencourt & Zeca Medeiros & Susana Coelho - "Espelho d'Água"

"Talvez a nossa canção açoriana favorita de sempre. É incrível por misturar a música tradicional com elementos/instrumentos utilizados nos 80's. Nota ainda para o vozeirão da Susana Coelho. É uma das vozes das nossas vidas!"

Medeiros & Lucas  - "Canção do Mar Aberto"

"É o que o nome indica. É muito mar numa só canção <3."

B-Fachada - "O Anti-fado"

"Esta é uma faixa de existência ainda recente, mas ganhou um espaço nos nossos corações. É ritmo, métrica, letra. Deleite!"

Fausto - "Lembra-me um Sonho Lindo"

"Diz-nos muito pelas melodias. Por ser uma canção cheia de nuances que arrepiam a espinha. Também tem um quê visceral que nos encanta."

Luís Severo - "Amor e Verdade"

"Sigo o trabalho do Luís Severo há muito tempo e acho que foi um dos responsáveis pela frescura que trouxe à música cantada em português. Escolhi esta música porque transporta-me automaticamente para Lisboa e para a nostalgia de viver naquela cidade."

Sétima Legião - "Sete Mares"

O meu pai tinha uma magnífica cassete dos Sétima Legião e esta música em particular, transporta-me automaticamente para aquele Nissan nos anos 90. Além desse valor simbólico que eles têm para mim, acho que casaram perfeitamente a sonoridade 80’s synth-wave com boa poesia em português."

António Variações - "Sempre Ausente"

"Qualquer música do Variações podia estar nesta lista por razões óbvias. Escolhi esta em particular pela letra que me consegue sempre tocar por, de certa forma, ser algo autobiográfica do Variações: a história de um 'louco' que é mal interpretado e ridicularizado, mas mesmo assim segue no seu caminho de forma irreverente, sem que ninguém lhe 'consiga alcançar'."

Lena d’Água - "Sempre que o Amor me Quiser"

"É a 'sexual healing' portuguesa. Com a voz sensual da Lena, uma batida groovy-erótica de uma máquina de ritmos e uma guitarra havaiana a transportar-nos diretamente para um pôr-de-sol nos Mosteiros em 1986. Como não amar esta máquina do tempo?"

*A seleção das músicas foi feita pelo Clemente Almeida.

Todas as segundas sintoniza no site Gerador e descobre as Mesclas aqui.

Fotografia de Diogo Sousa
gerador-mescla-com-we-sea

NO GERADOR ABORDAMOS TEMAS COMO CULTURA, JUVENTUDE, INTERIOR E MUITOS OUTROS. DESCOBRE MAIS EM BAIXO.

Já pensaste em tornar-te sócio gerador?

Ser Sócio Gerador é ter acesso à assinatura anual da Revista Gerador (4 revistas por ano), a descontos nas formações da Academia Gerador, passatempos exclusivos, experiências e vantagens na cultura.

Shopping cart
There are no products in the cart!
Continue shopping
0
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}
Copy link
Powered by Social Snap