Até dia 20 de novembro, a 3.ª edição da Mostra Programa!ação apresenta as obras de cinco realizadorxs que se destacam no Novo Cinema Português. De Fernando Lopes a Paulo Rocha, a mostra pretende viajar no tempo permitindo um visionamento das obras iniciais e posteriores dxs artistas.

Fernando Lopes, Eduardo GeadaAntónio Reis e Margarida CordeiroAlberto Seixas Santos, e, Paulo Rocha. Estes são os nomes dxs realizadores que completam a Programa!ação.

Iniciada em 2019, o objetivo da mostra recaí sobre a possibilidade de dar aos espectadorxs visionamentos comparatistas na obra de realizadorxs portugueses. Considerando a importante realidade de digitalização do património cinematográfico e as escassas oportunidades para ver os marcos do cinema português, a mostra pretende ainda mudar o seu foco para recuperar a obra de autores marcantes do cinema português, bem como proporcionar novas abordagens e contextos aos primeiros filmes portugueses através da intervenção musical.

CCC-capa-ProgramaAcao3.png

A curadoria da mostra debruçou-se nos fatores de diferenciabilidade do património cinematográfico, num contexto da progressiva digitalização do seu acervo, para que se possam constituir elementos relevantes para a compreensão da cinematografia nacional, "da sua evolução estético linguística e de como à luz de uma época de poucas liberdades e recursos se ousou construir uma representação da realidade e das transformações sociais de Portugal", lê-se em comunicado.

Contando com a colaboração da Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema I.P., a mostra pretende ainda promover a descentralização no acesso à exibição do cinema patrimonial nacional, contribuindo para uma aproximação dos espectadorxs da história do cinema nacional, bem como da sua produção contemporânea.

A acompanhar as mostras dos filmes esta edição faz-se acompanhar de Cine-Concertos tendo como foco cinematográfico o Cinema Português Histórico e numa visão musical os projetos artísticos de Coimbra, reforçando os laços comunitários com o cinema e a relação das das bandas da região de Coimbra.

A programação contará com:

  • #1 e #2: Fernando Lopes – Da docuficção ao roadmovie
    Belarmino (Fernando Lopes, 1964) – 72 min
    98 Octanas (Fernando Lopes, 2006) – 94 min
  • #3 e #4 Eduardo Geada – crítica pelo cinema
    Sofia ou a Educação Sexual  (Eduardo Geada, 1973) – 101 min
    Passagem por Lisboa (Eduardo Geada, 1994) – 115 min
trasosmontes
  • #5 e #6 Poesia Documental de António Reis e Margarida Cordeiro
    Trás-os-Montes  (António Reis e Margarida Cordeiro, 1976) – 101 min
    Rosa de Areia (António Reis e Margarida Cordeiro, 1989) – 105 min
  • #7 e #8 Alberto Seixas Santos e Cineclubismo
    Brandos Costumes  (Alberto Seixas Santos, 1974) – 72 min
    E o Tempo Passa  (Alberto Seixas Santos, 2011) – 105 min
  • #9 e #10 Paulo Rocha e a Actriz fetiche
    Os Verdes Anos  (Paulo Rocha, 1963) – 91 min
    Se eu Fosse Ladrão, Roubava  (Paulo Rocha, 2013) – 100 min

Já os cine-concertos apresentam:

  • A Fonte dos Amores, de Roger Lion (1924), performance por Marcelo dos Reis
  • Os Lobos, de Rino Lupo (1923), performance de Wipeout Beat
  • Três Dias Sem Deus, de Bárbara Virgínia (1946), performance por Marcelo dos Reis

A entrada da mostra é livre para sócios dos Caminhos do Cinema Português e Centro de Estudos Cinematográficos. Os bilhetes rondam os 3 euros e os 4 euros. Quanto aos cine-concertos, os bilhetes têm um custo entre 3euros e 7,5o euros. Podes consultar mais informações aqui.

A 3.ª edição da mostra Programa!Ação conta com o apoio do Programa PAAC+ da Direção Regional de Cultura do CentroUnião de Freguesias de CoimbraMunicípio de Coimbra, sendo co-organizado com o Centro de Estudos CinematográficosQueima das Fitas e Universidade de Coimbra

Texto de Patrícia Silva
Fotografia da cortesia da mostra, still do filme Verdes Anos, de Paulo Rocha
Se queres consultar mais notícias, clica aqui.