Através da temática da luz, o Museu Berardo, em Lisboa, acolhe a 15 de setembro a exposição "Matéria Luminal". A mostra coletiva pretende explorar um percurso pelas práticas artísticas em Portugal desde 1960 até à atualidade.

Através da presença de 40 artistas, a exposição conta com a curadoria de Sérgio Mah e reúne um conjunto de suportes visuais, como pintura, desenho, escultura, instalação, fotografia e vídeo. O objetivo passa por explorar a luz nos seus diferentes sentidos.

Assim sendo, até 9 de janeiro de 2022, a mostra coletiva contará com figuras da arte contemporânea em Portugal, como Alexandre Estrela, Pedro Cabrita Reis, Ana Jotta, Eduardo Nery, Ângelo de Sousa, Diogo Evangelista, Fernando Brito, Gilberto Reis, Helena Almeida, João Maria Gusmão e Pedro Paiva, Fernando Calhau, João Paulo Feliciano e Jorge Martins.

Outros dos artistas representados na exposição passarão por Francisco Tropa, Jorge Molder, Julião Sarmento, Leonor Antunes, Lourdes Castro, Luís Noronha da Costa, Luísa Correia Pereira, Manuel Rosa, Miguel Palma, Jorge Pinheiro, José Luís Neto, Miguel Soares, Paulo Nozolino, Pedro Morais, René Bertholo, Rui Chafes, Sérgio Taborda, Silvestre Pestana, Vasco Lucena e Rui Toscano.

Tome-se nota que "Matéria Luminal" estava prevista para julho de 2020, sobre a mesma temática, mas acabou por ser adiada devido às restrições impostas pela covid-19.

O Museu Coleção Berardo é um espaço museológico em Lisboa que reflete acerca da arte moderna e contemporânea.

Texto de Isabel Marques
Fotografia disponível via Unsplash