O Museu Nacional de Arte Antiga exibe até 31 de março a primeira grande exposição em solo português do pintor Joaquín Sorolla. A mostra inclui 118 obras e intitula-se “Terra Adentro – A Espanha de Joaquín Sorolla”.

Joaquín Sorolla y Bastida (1863--1923), pintor espanhol considerado por muitos como uma das grandes figuras da pintura moderna europeia, é, segundo afirma António Filipe Pimentel, “um pintor extraordinário, mas pouco conhecido em Portugal, e que o MNAA sempre desejou expor”. A declaração do diretor do museu foi feita aos jornalistas na semana passada, antes da inauguração da exposição.

Em 2016, a mesma mostra do pintor teve lugar em Madrid, no Museu Sorolla. Contudo, o evento a decorrer agora na cidade lisboeta consiste numa versão mais alargada, criada para o MNAA tendo em vista a possibilidade de o público português aceder a uma imagem mais abrangente da obra do artista.

A organização de “Terra Adentro – A Espanha de Joaquín Sorolla” coube a um convénio oficializado entre a Direção-Geral do Património Cultural, o Ministério de Cultura e Desporto, de Espanha e a Fundação Museu Sorolla.

Texto de Carolina Gaspar
Fotografia de Huismus, disponível via flickr, da obra The Oranfe Seller - 1891, da autoria de Joaquín Sorolla y Bastida

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal ,clica aqui.