A instalação Windows, da autoria do cenógrafo e arquiteto José Capela, que representou Portugal em 2019 na Quadrienal de Praga, na República Checa, vai agora ser mostrada, com algumas adaptações, na Sala dos Passos Perdidos do Museu Nacional de Arte Antiga, em Lisboa. Ali, poderá ser vista até 28 de fevereiro do próximo ano, seguindo depois para o Porto, para a sede da companhia de teatro Mala Voadora, onde ficará patente de 12 de março a 4 de abril.

Comissariada pela Direcção-Geral das Artes, a instalação apresenta alguns dos trabalhos de cenografia que José Capela, codiretor artístico da Mala Voadora, tem vindo a fazer. Segundo a sua própria descrição, “é constituída por um conjunto de contentores espelhados com uma dupla função enquanto dispositivos”, já que, por um lado, “são um pedaço de paisagem que reflete a paisagem em seu redor”, e “cada contentor”, por outro lado, “tem uma forma que é deduzida dos mecanismos de visão e/ou representação usados nos cenários que, em miniatura, podem ser vistos no seu interior”.

No Museu Nacional de Arte Antiga, a instalação será adaptada às suas temáticas e ao seu espaço, “privilegiando cenários que partem de património histórico – ou que partem, mais concretamente, de imagens desse património –, e dando-lhe um novo enquadramento site-specific na sala dos Passos Perdidos do Museu”, especifica um comunicado do MNAA.

Windows foi o projecto que representou oficialmente Portugal na 14.ª Quadrienal de Praga, considerada a mais importante mostra internacional de cenografia e arquitetura teatral, que decorreu em junho de 2109, dedicada ao tema Imaginação, Transformação, Memória, sob a direção-geral de Pavla Petrová. A representação portuguesa foi, pela primeira vez, uma das que ocupou a área central do principal espaço expositivo, considerado o coração desta quadrienal, fundada em 1967.

A Quadrienal de Praga 2019 estimou uma participação total de 70 mil espectadores, dos quais cerca de 15 mil visitaram o Pavilhão Central e a instalação de José Capela.

A representação oficial portuguesa contou ainda com o lançamento do catálogo WINDOWS: JC+JCD, um livro de fotografias de José Carlos Duarte em torno do trabalho de cenografia de José Capela, com prefácio da ministra da Cultura, Graça Fonseca, e textos de Filipe Figueiredo, Cosimo Chiarelli, João Cabeleira e ainda do próprio Capela. E enquanto objeto, este catálogo integra a própria instalação Windows.

Texto por Flávia Brito
Fotografia de João Carlos Duarte, via página oficial da Mala Voadora

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.
WINDOWS foto2 (foto Jose_ Carlos Duarte)[332657]