Os museus da Chapelaria e do Calçado, ambos em São João da Madeira, lançaram, esta segunda-feira, um conjunto de visitas virtuais gratuitas que apresentam esses equipamentos do distrito de Aveiro através da Internet, em formato interativo, a três dimensões e 360 graus.

Ao jornal Público, o presidente da câmara municipal, Jorge Sequeira, frisou que a nova oferta tecnológica já estava a ser preparada antes da pandemia de covid-19, para que as coleções dos dois museus pudessem ser conhecidas “a partir de qualquer parte do mundo”, mas torna-se agora ainda “mais decisiva”, dado o contexto de confinamento geral e as restrições à mobilidade e ao funcionamento de espaços públicos.

A partir de casa e a qualquer hora do dia, o visitante virtual pode optar entre três formatos de visualização dos museus — a visita em registo casa de bonecas, a de estilo maqueta arquitetónica ou a disponível com plantas piso a piso —; e selecionar a ordem de apresentação dos respectivos conteúdos – de acordo com o menu definido por cada museu ou saltando diretamente para os tópicos que lhe suscitem maior interesse.

Ao longo dos percursos estarão identificados os pontos que dão acesso a conteúdos detalhados e o visitante pode explorar os que preferir, aprofundando aspectos como os relativos a “marcas e fabricantes”, às funções da máquina “bastissosa”, ao “ofício de sapateiro”, às etapas de “acabamento”, aos testemunhos de ex-operários, entre outros.

Em 2019, o Museu da Chapelaria tinha recebido cerca de 19.000 visitantes presenciais e o do Calçado 10.000; já no final de 2020, a bilheteira do primeiro registou apenas 3900 entradas e a do segundo 3300. Ainda ao jornal Público, Jorge Sequeira confessou que espera que as visitas virtuais contribuam para inverter esse cenário de quebra e reforcem o papel dos dois museus como “âncora do projeto de turismo industrial” que o município vem dinamizando há nove anos, com recursos a equipamentos culturais, centros tecnológicos e unidades industriais do concelho.

Texto de Isabel Marques
Fotografia disponível via Unsplash