Começou ontem, dia 11 de outubro, o Festival Internacional de Marionetas, no Porto. Este é também o ano em que se comemora a 30.ª edição desde a sua criação. O evento prolonga-se até dia 20 deste mês e há espetáculos para todos os gostos.

Igor Gandra, diretor artístico do festival, revela, na apresentação do festival, que nesta edição existe “um conjunto muito especial de artistas com estéticas muito distintas. Da mais virtuosa manipulação de marionetas às experiências de criação de dispositivos que envolvem os objetos e a imagem em movimento, passando pelo património tradicional português, são muitas e boas as razões para vir viver este festival que, não sendo novo nem velho, pode ter ainda muito futuro”.

As marionetas percorrem, assim, a cidade Invicta por vários espaços culturais. Desde o Campo Alegre, Teatro Helena Sá e Costa, Teatro de Belomonte, Palácio do Bolhão, Rivoli, entre muitos outros. De forma a melhor também as acessibilidades, alguns dos espetáculos vão contar com interpretação em língua gestual portuguesa.

“Em busca do planalto perdido”, “Solace”, “Bonecos de Santo Aleixo” e “Sobre a Queda” são alguns dos espetáculos a ser encenados. A programação completa pode ser consultada aqui.

Texto por Gabriel Ribeiro

Fotografia de Sagar Dani via Unsplash

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.