Depois do lançamento do álbum "D'Art Vida", Murta regressa com um novo single que irá marcar um nova fase para o músico.

"Alguém Que Mude" foi lançado recentemente, no dia 14 de setembro, e conta com mais de 10 mil visualizações no Youtube. Ao Gerador, Murta conta que este novo sigla "marca sem dúvida uma mudança, tanto pessoal como artística". Depois de 10 meses sem lançar nenhuma novidade, Murta afirma que "este som serviu também para avisar que estou de volta".

O single foi produzido em conjunto com Lazuli e Rodrigo Correia, numa "produção mais arrojada", afirma o cantor. "Eu tenho andado com vontade de fazer love songs e assim que o Lazuli me mandou o beat saiu-me o refrão, ajustámos umas cenas na estrutura, juntei-me com o Rodrigo Correia e trabalhámos na "segunda parte"", afirma.

Murta define este novo som como uma reflexão da realidade que vive neste momento, ao "perceber que nem sempre o que eu quero é o que eu realmente preciso, e neste som tento transmitir isso, quase como que o primeiro mood representar o que eu quero e o segundo mood representar o que eu preciso", explica.

Sente que novo trabalho não tem nenhum influência em particular. Ressalva, no entanto, que para si as referências musicais "existem como motivação, como objetivo não de ser como eles mas de fazer as pessoas sentirem o que eles me fazem sentir", destacando nomes como Hiatus Kayote, Ady Suleiman e Chet Baker.

Depois de "Alguém Que Mude" poderemos, provavelmente, esperar um novo álbum em 2021. Garante, desde logo, "que não será parecido ao D'Art Vida" já que, "como disse, gosto procurar coisas novas, assim como de as transmitir".

Texto de Bárbara Dixe Ramos
Fotografia cortesia do artista Murta

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.