Fevereiro pode ser o mês de São Valentim, mas o Instituto de História da Arte da Nova FCSH, o Instituto de Comunicação da Nova FCSH, o Ceis20-UC – Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX da FLUC, e a Culturgest quiseram levar a temática amorosa mais longe. Nos dias 18 e 19, entre as 10h30 e as 18h00, a conferência What has love got to do with it? — Performance, Intimidade, Afetividade (praticamente homónima da canção de Tina Turner) ocupa o Pequeno Auditório e a Sala 2 da Culturgest

Com a criação de novos espaços de expressão pessoal e coletiva por parte dos media, que permitem tornar visível a divisão ténue entre o público e o íntimo, os limites entre a esfera pública e privada vão-se desvanecendo. What has love got to do with it? traz para cima da mesa as formas como a performance atualmente interroga e reformula as experiências e definições de intimidade, tentando perceber de que forma é que as práticas artísticas questionam e acompanham as novas fronteiras entre familiar e não familiar, individual e coletivo, público e íntimo. 

Numa reunião de artistas e investigadores com quem se quiser juntar, as relações entre performance, intimidade e afeto vão ser abordadas de diferentes pontos de vista — sejam eles estéticos, políticos ou sociológicos. Até ao dia 30 de outubro de 2018 a organização esteve aberta para o envio de propostas de comunicação individuais, em português ou inglês, para integrarem a programação. Após a conferência vai haver uma segunda chamada para artigos sobre o tema, com o intuito de serem publicados numa revista científica online.

As honras da casa são dadas às 10h30 do dia 18 de fevereiro por Liliana Coutinho, Cláudia Madeira e Giulia Lamoni. As diferentes apresentações da conferência, que podes consultar aqui, são dadas da parte da manhã até às 13h00, seguindo-se uma pausa para almoço até às 14h00, e da parte da tarde com uma pausa de quinze minutos por volta das 16h15. O primeiro dia acaba com a keynote O corpo politico: o museu como espaço de intimidade e ação, de Catherine Wood, curador de Performance na TATE Modern, e o segundo com Gestos Performativos, da artista, curador e professora na NCA (Lahore Paquistão), Rabbya NasserWhat as love got to do with that? tem a companhia Teatro da Garagem como parceira, que apresenta às 14:30 do dia 19 uma leitura de Comunidade de Luiz Pacheco

A entrada é gratuita, sujeita à lotação das salas, mediante levantamento de bilhete no próprio dia a partir das 10h00. Caso não consigas bilhete podes acompanhar o live streaming no site da Culturgest

Sabe mais sobre a conferência, aqui.  

Texto de Carolina Franco
Fotografia de Culturgest

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.