fbpx
Menu Grande Pesquisa
Carrinho0

Olaria de Barcelos promove-se no festival Barlos

Evento marcada para dia 24 de setembro decorre no Centro Comercial Barlos, onde estão programadas diversas atividades

Fotografia de Courtney Cook via Unsplash

Sendo um dos traços mais distintivos da identidade cultural de Barcelos, a olaria resume-se frequentemente na figura do galo. O figurado de Barcelos quer assumir-se “como um dos mais sui generis produtos artesanais do país” por isso, numa fase em que a idade dos artesãos ameaça a preservação da arte, surge o Barlos.

A iniciativa pretende “criar novos espaços de diálogo entre esta prática e outras linguagens e expressões artísticas contemporâneas” e tem data marcada para dia 24 de setembro. “Ao longo de todo o dia, o evento vai ocupar o Centro Comercial Barlos com oficinas, música, conversas, exposições e espectáculos de criação”, segundo a organização.

O arranque está a cargo dos irmãos Baraça, uma das mais conceituadas famílias no ramo, que irão realizar uma oficina de olaria. O programa prevê também a realização de conversas, a saber: O feminino no figurado Barcelense, com participação de Ana Mariz, Angélica Lima Cruz e Inês Calisto Machado e moderação de Cláudia Milhazes e Artesanato e linguagens contemporâneas com intervenções de António Ramalho, Júlio Dolbeth e Rita Frutoso com moderação de Guilherme Braga Cruz. Ambas terão lugar na sala 4 do Centro Comercial Barlos.

Paralelamente, estará patente uma exposição dedicada ao projeto “Partir”, dos ilustradores Júlio Dolbeth e Mariana, a Miserável, além da mostra que resultará dos workshops de olaria e cerâmica. Também está prevista a exibição do trabalho performativo de Ana Mariz em torno da obra de Rosa Ramalho.

Durante o dia estão ainda programadas atuações de África Nega, Ana Lua Caiano e Dj Fitz, entre outros, a par de uma arruada que apresentará as peças desenvolvidas numa oficina de criação – realizada uma semana antes do evento - entre a Banda Plástica de Barcelos e Henrique Apolinário. Além disso, haverá também almoços e jantares temáticos desenvolvidos pelo Coletivo Cabidela, assim como uma banca de artesanato de barro onde participa a Associação de Artesãos do Galo e da Tasco.

O evento é de entrada livre, havendo algumas atividades sujeitas a inscrição.

NO GERADOR ABORDAMOS TEMAS COMO CULTURA, JUVENTUDE, INTERIOR E MUITOS OUTROS. DESCOBRE MAIS EM BAIXO.

Já pensaste em tornar-te sócio gerador?

Ser Sócio Gerador é ter acesso à assinatura anual da Revista Gerador (4 revistas por ano), a descontos nas formações da Academia Gerador, passatempos exclusivos, experiências e vantagens na cultura.

A tua lista de compras
O teu carrinho está vazio.
0