No dia 14 de março, estreará o espetáculo Onde é a Guerra?, no Teatro Nacional D. Maria II, e estará em cena até dia 4 de abril.

“O lugar da guerra está pronto: muro construído, armas preparadas e um soldado de cada lado. Com dois inimigos, a guerra pode começar. Vem o medo, a suspeita, a ignorância; vem a fome, a solidão, o cansaço: a guerra mudou tudo. Há ordens a cumprir: o inimigo tem de ser destruído. O inimigo é horrível: destrói tudo o que pode, cheira mal dos pés e tem piolhos. Pelo menos, enquanto durar a guerra. Depois, em que se transforma o inimigo?”, lê-se no comunicado de imprensa de mais uma apresentação do projeto Boca Aberta.

Com início em 2015 e com mais de dez espetáculos pensados para a infância, o Boca Aberta, desenvolvido pelo Teatro Nacional D. Maria II, tem como objetivo introduzir as crianças ao teatro e às expressões dramáticas, com espetáculos desenvolvidos a partir de textos que integram o Plano Nacional de Leitura, clássicos da literatura e obras contemporâneas de autores portugueses e estrangeiros. A juntar aos espetáculos, o projeto Boca Aberta oferece ainda formação para educadores de infância e professores do ensino básico.

Em Onde está a guerra?, a conceção e seleção de textos foi feita por Inês Fonseca Santos e Maria João Cruz, e a encenação foi de Catarina Requeijo. As sessões são aos sábados, às 16h00, e no dia 28 de março haverá uma sessão com interpretação em Língua Gestual Portuguesa e Audiodescrição.

Texto de Rita Dias
Fotografias via press release

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.