Nos meses de junho e julho, a Câmara Municipal de Sintra organiza as “Óperas na Rua”, iniciativa que pretende levar música a diversos locais do concelho, com espetáculos de entrada livre.

“As Óperas na Rua promovem a democratização ao acesso de espetáculos de ópera, habitualmente, pouco acessíveis à maioria da população”, refere o município em comunicado.

O ciclo de espetáculos arranca já este sábado, 15 de junho, com a performance “Ópera Delirium”, no Largo do Palácio de Queluz. A atuação seguinte acontece a 5 de julho no Largo Rainha Dona Amélia, na vila de Sintra, com a “Ópera Dido e Eneias”. No dia 12 do mesmo mês o Largo da Nossa Senhora da Natividade, em Mem Martins, acolhe um espetáculo de uma homenagem ao compositor Wolfgang Amadeus Mozart. Já no dia 13 de julho, a Praça Salgueiro Maia, em Massamá, recebe um concerto de seis cantores líricos. No dia 19, a programação muda-se para os Jardins da Quinta da Fidalga, em Agualva-Cacém, com temas tradicionais portugueses.

O último espetáculo deste ciclo está marcado para a Praceta Sacadura Cabral, em Rio de Mouro, com um concerto de homenagem a Montserrat Caballé, em que se unirá o canto lírico à música pop.

Além disso, a Quinta da Regaleira e Quinta da Ribafria, em Sintra, vão ter uma programação paralela de ópera nos fins de semana dos dias 14 e 15, e de 21 e 22 de julho. Neste caso, a entrada custa 10€ e os bilhetes podem ser adquiridos online.

Texto de Ricardo Ramos Gonçalves
Fotografia de Paulo Granja via flickr

Se queres ler mais entrevistas sobre a cultura em Portugal, clica aqui.