fbpx
Menu Grande Pesquisa
Carrinho0

Patrícia Portela substitui Paula Garcia na direção do Teatro Viriato, de Viseu

A artista e escritora Patrícia Portela, que vive entre Portugal e Bélgica, vai substituir Paula Garcia na direção artística do Teatro Viriato, anunciou esta quarta-feira o Centro de Artes do Espetáculo de Viseu (CAEV).

Segundo o CAEV, que é a entidade responsável pela gestão e programação do Teatro Viriato, Patrícia Portela irá fixar-se em Viseu a partir de 01 de março, sucedendo a Paula Garcia, "que deixa o seu lugar para abraçar um novo desafio profissional".

"Profunda conhecedora do Teatro Viriato e uma das artistas que tem marcado presença assídua na sua programação, Patrícia Portela é reconhecida nacional e internacionalmente pela singularidade da sua obra, tendo recebido por ela vários prémios", sublinha.

A nova diretora do Teatro Viriato criou espetáculos como "Flatland, Wasteband", "Por Amor" e "Parasomnia" e é autora de várias obras literárias, como "A Coleção Privada de Acácio Nobre". O seu trabalho tem circulado pelo mundo, "estabelecendo relações com várias instituições culturais internacionais", acrescenta o teatro.

Enquanto autora do projeto artístico em vigência (financiado pela Direção Geral das Artes e pela Câmara de Viseu), Paula Garcia manter-se-á como presidente da direção do CAEV.

No final de 2016, Paula Garcia -- que exercia as funções de diretora adjunta desde 2007 - foi anunciada como nova diretora do Teatro Viriato, sucedendo ao bailarino e coreógrafo Paulo Ribeiro.

O CAEV agradece "a dedicação, empenho e profissionalismo sempre manifestados por Paula Garcia, desde 1999, com particular distinção desde que assumiu a direção do Teatro Viriato, contribuindo, inequivocamente, para o reconhecimento desta instituição cultural no panorama nacional e internacional".

Nascida em 1974, Patrícia Portela tem licenciatura em Realização Plástica do Espetáculo na Escola Superior de Teatro e Cinema (Lisboa), mestrado em Cenografia e Dramaturgia do Espaço pela Universidade de Utrecht e pela Central Saint Martins -- University of the Arts de Londres e uma pós-graduação em Teatralidade e Performatividade pelo Arts Performance and Theatricality de Antuérpia.

Patrícia Portela fez também um estágio em Som, Edição e Documentário na European Film College of Cinema em Ebeltoft (Dinamarca), um mestrado em Filosofia pela Universidade de Leuven e encontra-se a concluir o doutoramento em Artes e Multimédia pela Faculdade de Belas Artes de Lisboa.

É autora de vários romances e novelas, como "Para Cima e não para Norte" (2008), "Banquete" (2012) e "Dias úteis" (2017) e colunista do Jornal de Letras Artes e Ideias.

Texto de Lusa
Fotografia de Teatro Viriato disponível via Facebook

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.

NO GERADOR ABORDAMOS TEMAS COMO CULTURA, JUVENTUDE, INTERIOR E MUITOS OUTROS. DESCOBRE MAIS EM BAIXO.

Já pensaste em tornar-te sócio gerador?

Ser Sócio Gerador é ter acesso à assinatura anual da Revista Gerador (4 revistas por ano), a descontos nas formações da Academia Gerador, passatempos exclusivos, experiências e vantagens na cultura.

A tua lista de compras
O teu carrinho está vazio.
0