A Unidade de Computação Científica (FCCN), da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) acaba de lançar um novo site da NAU. O reforço e a aposta na formação e qualificação dos portugueses com cursos gratuitos foram os principais objetivos que levaram a este renascimento.  

A FCCN é a responsável pela operação e gestão da NAU – Sempre a Aprender, uma plataforma que reúne um conjunto de cursos online, nomeadamente, em formato MOOC. Este formato de ensino à distância permite formar um grande número de pessoas ao mesmo tempo.

A iniciativa, transversal a diversos ministérios e aberta a todos, possibilita ainda desenvolver ações de formação para um maior número de funcionários e cidadãos.

Com mais de 77.000 utilizadores registados, a NAU não só quer manter o conjunto de cursos que disponibiliza, através das entidades públicas e privadas, como pretende “crescer e assumir-se como a plataforma de referência do conhecimento lusófono para o desenvolvimento pessoal e profissional”, de acordo com o comunicado.

Formato do site atual

Com quase 18 meses de existência, “reformular” foi a palavra de eleição para que o site apresentasse uma bagagem cada vez mais diversificada, “apelativa” e de forma a "facilitar a pesquisa e interação com os conteúdos não só para os utilizadores, mas também para as entidades promotoras: Administração Pública, Instituições do Ensino Superior (Universidades e Institutos Politécnicos) e Entidades Privadas”, reconhecem no mesmo comunicado.

De acordo com Nuno Feixa Rodrigues, vogal da FCT e responsável pelo projeto, “Fazemos um balanço muito positivo, mas com a consciência que ainda há muito trabalho a fazer, principalmente na conquista de novos promotores. A NAU é uma plataforma agregadora dos cursos disponibilizados pelas entidades, pelo que precisamos que as entidades públicas e privadas olhem para a NAU como um parceiro que lhes pode trazer grandes vantagens”, afirma.

Até então, a NAU conta com 15 entidades promotoras ativas, no entanto, têm como objetivo chegar às 25 no próximo ano.

Texto de Patrícia Silva
Fotografia de Denise Jans via Unsplash

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.