A Demonstra está a procurar artistas de países lusófonos que lidem com a experiência do corpo não-normativo na contemporaneidade, para uma residência artística online com o tema "Poéticas Informes". A iniciativa é um dos projetos selecionados do Programa de Apoio Artes Sem Limites, promovido, em 2020, pela Direção Geral das Artes e que procura estimular a acessibilidade física, social e intelectual à cultura em Portugal.

Esta open call é a proposta da primeira edição do projeto, uma plataforma de investigação que tem como propósito difundir a produção artística de pessoas com deficiência no âmbito das artes visuais.

"Entre as corporeidades poéticas, convocamos o Informe como estado de potência híbrida, que, na sua origem e finitude existencial, nasce no desvio, na desproporção, na deficiência e na desfiguração da normatividade da matéria. Perceção corporal, noções de corpo e mundo, corpo e gesto são campos que gostaríamos de ver explorados no projeto Demonstra, que visa trazer para o campo das artes visuais as questões do sentir e do ser", pode ler-se no regulamento sobre a temática das residências artísticas.

A programação, que se foca no desenvolvimento da pesquisa de cada artista, visa estimular conversas, promovendo trocas entre os artistas, curadores, mentores e o público em geral.

Nesta open call, serão selecionados até seis artistas, cujas linhas de trabalho se situam no domínio da pintura, desenho, performance, vídeo, fotografia, escultura, novos media e/ou cruzamentos interdisciplinares.

De acordo com o regulamento, a open call está aberta "artistas de países lusófonos que desenvolvem trabalhos relacionados com as corporeidades dissidentes no âmbito das artes visuais contemporâneas", sendo privilegiamos pessoas com deficiência. Contudo, todos os artistas que se sentirem convocados pela temática da convocatória "podem e devem enviar as suas candidaturas", que serão avaliadas pela equipa curatorial da Demonstra, seguindo os critérios deste regulamento. "Procuramos trabalhos e pessoas que possam contribuir ativamente para a ressignificação da acessibilidade cultural e poética dos corpos com deficiência nas artes."

Cada residente selecionado terá um apoio de 500 euros e deverá participar em todas as atividades que contemplam esta residência. Podes saber mais informações no website da Demonstra, ou através do email info.demonstra@gmail.com

Texto de Flávia Brito
Fotografia de Frankie Cordoba, via Unsplash

Se queres ler mais notícias, clica aqui.