O POLDRA – Public Sculpture Project Viseu já abriu a open call 2020 para selecionar duas obras de arte pública a serem colocadas na Mata do Fontelo. A iniciativa tem como objetivo procurar propostas contemporâneas para promover “a interação entre o visitante e os locais de implantação” na zona de Viseu. As inscrições estão abertas até 23 de março.

Os criadores das propostas selecionadas, sejam em formato individual ou coletivo, vão receber 1500 euros de fee e 1500 em materiais. Além disso, esta segunda edição pretende dar continuidade ao Circuito de Escultura Pública da Mata do Fontelo, onde já existem obras de outros artistas, como Miguel Palma, Cristina Ataíde, Neeraj Bhatia, Pedro Pires, Steven Barich, Elisa Balmaceda, Kaitlin Ferguson & Natalia Bezerra e Liliana Velho.

As obras devem refletir o percurso e carreira do criador, bem como a problemática da arte em espaço público. O júri é constituído por Emília Ferreira, diretora do Museu Nacional de Arte Contemporânea; Stella Ioannou, codiretora do festival Sculpture in the City; Penelope Curtis diretora do Museu da Fundação Calouste Gulbenkian; Miguel Palma, artista plástico; João Dias diretor artístico do POLDRA e um representante do município de Viseu.

O regulamento pode ser consultado aqui.

Texto por Gabriel Ribeiro
Fotografia de Jessica Ruscello via Unsplash

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.
poldra-viveu-gerador