Já se encontram abertas as candidaturas ao Prémio Literário Vergílio Ferreira 2022. Instituído pela Câmara Municipal de Gouveia, o concurso pretende homenagear o escritor Vergílio Ferreira e incentivar a produção literária, contribuindo para a defesa e enriquecimento da língua portuguesa. O vencedor será anunciado no dia 1 de março.

Para além da distinção do autor e da obra vencedora, na categoria de ensino literário, o prémio terá um valor de cinco mil euros.

Podes aceder aqui às normas de participação.

Desde 1997 que o Prémio Literário Vergílio Ferreira distingue as categorias de Romance Inédito, Ensaio Literário e, a partir de 2002, a categoria Não Literária de Estudos Locais de Património, História e Cultura do Concelho de Gouveia.

De entre as obras vencedoras destaque-se a “Senha Número Trinta e Quatro”, da autoria de João José Afonso Madeira (2020), “Que possível ensaio sobre a verdade em Vergílio Ferreira”, de Maria do Rosário Cristóvão (2018), “Dor de Ser Quase, Dor Sem Fim”, de Iolanda Martins Antunes (2016), “O Cómico em Vergílio Ferreira”, de Jorge Costa Lopes (2013), “Diário dos Imperfeitos”, de João Morgado (2012), e “Estação Ardente”, de Júlio Conrado (2006).

Vergílio Ferreira, natural de Melo (Gouveia), foi um romancista e ensaísta português que se notabilizou no domínio da prosa ficcional.

Texto de Isabel Marques
Fotografia disponível via Pexels