Nos primeiros meses de 2020, o município de Ílhavo, através doseu  projeto cultural 23 Milhas, tem programados vários espetáculos, um ciclo de concertos de cordas, sete residências artísticas, várias formações, visitas, um encontro de serviços educativos e ainda o festival de marionetas Palheta.

Na área da música, o 23 Milhas irá contar com nomes conhecidos do panorama musical português. Em janeiro, os Capitão Fausto atuam nos dias 18 e 26. Por sua vez, Luís Severo dá um concerto a solo, integrado no ciclo de concertos “Acorda à Tarde”, que incluirá ainda os espetáculos de MOMO, a 23 de fevereiro, seguido da Toty Sa’Med, a 15 de março, e Kimi Djabaté, a 29 março.

Ainda nesta aposta musical, Camané e Mário Laginha atuam em Ílhavo a 8 de fevereiro, para apresentar Aqui está-se sossegado, um dia depois de começar o encontro de serviços educativos e mediação “Territórios Públicos”, que reúne no Laboratório das Artes do Teatro da Vista Alegre, e noutros espaços do Município, como o Museu Marítimo de Ílhavo e a Biblioteca Municipal de Ílhavo, vários profissionais dessas áreas, para debater e refletir sobre boas práticas.

Antiprincesas, de Cláudia Gaiolas, é apresentado a 02 de fevereiro, uma criação para os mais novos, inspirada em grandes mulheres que não tinham o título de princesas, mas ficaram conhecidas por grandes feitos.

A companhia Cão Solteiro leva a sua última criação, Could be Worse, à Casa da Cultura de Ílhavo, no dia 15 de fevereiro, e uma semana depois, também no domínio das áreas performativas, a Civilização de Lígia Soares antecipa o Carnaval, trabalhando com os cardadores de Vale de Ílhavo.

Democracy has been detected, da Momento – Artistas Independentes, regressa a Ílhavo depois da residência artística em novembro deste ano, para apresentar o espetáculo na Gafanha da Nazaré, a 13 de março.

Por fim, de 05 a 08 de maio, o festival Palheta, de Robertos e Marionetas, volta a ocupar vários espaços da Gafanha da Nazaré, e repetem-se também as visitas de arquitetura “Olhar por Dentro”, no último fim-de-semana de cada mês, numa organização do 23 Milhas e da Talkie Walkie.

Nas residências artísticas, o destaque vai para os Linda Martini, que terminam o seu novo disco na Gafanha da Nazaré, em fevereiro.

Texto de Lusa e Ricardo Ramos Gonçalves
Fotografia de Andreia Mayer

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.