“É necessário reforçar os nossos conhecimentos, criar redes de apoio de saúde, dar a mão e ensinar a conhecer os nossos corpos para que nos mantenhamos saudáveis e vivas num sistema que constantemente nos omite o conhecimento sobre aquilo que tomamos e as suas consequências.” É desta forma que a Rama em Flor – que promove o festival feminista e queer com o mesmo nome – explica o lançamento da sua mais recente zine.

A publicação, de distribuição gratuita online e física, “é uma tradução da zine original Building Towards an Autonomous Trans Healthcare do coletivo PowerMakesUsSick”, segundo informação enviada ao Gerador.

A lista de conteúdos inclui receitas herbais, entrevistas, manifestos, informação médica e até feitiços. A intenção passa por “iniciar um movimento de pensamento e ação em torno de saúde e cuidados trans independente das instituições médicas e farmacêuticas que, no fundo, pouco mais sabem do que nós”, segundo a nota de imprensa.

A versão traduzida para Língua Portuguesa ficou a cargo de Odete e conta com a participação adicional de Alice Azevedo, Dusty Whistles e Puta da Silva.

O pdf pode ser descarregado através da página oficial da Rama em Flor.

Texto por Sofia Craveiro
Imagens cedidas pela Rama em Flor

Se queres ler mais notícias clica aqui.