A Cinemateca Portuguesa, em Lisboa, reabre parcialmente no dia 1 de junho. A programação online mantém-se até 1 julho, dia em que serão retomadas as sessão de cinema.

O museu do cinema tem as portas fechadas desde o dia 13 de março e só a 1 de junho começará por reabrir alguns dos serviços - acesso à biblioteca, à livraria Linha de Sombra e ao restaurante, bem como acesso com marcação ao arquivo ANIM, em Loures. O regresso da programação da Cinemateca será também feito em regime parcial e ajustado ao atual contexto, a partir do dia 1 de julho.

Durante todo o mês de julho haverão duas sessões diárias no edifício sede, uma sessão na Sala M. Félix Ribeiro e uma outra noturna na Esplanada. Também a programação infanto-juvenil será retomada com as sessões Cinemateca Júnior no Palácio Foz. Todas estas sessões estarão limitadas em número de espectadores por forma a cumprir as medidas de segurança.

Até lá, continuarão a decorrer as iniciativas online da plataforma Gestos&Fragmentos. Quanto aos ciclos de cinema, outrora interrompidos, e ao regresso das sessões à sala Luís de Pina, ainda não têm data prevista.

Texto de Bárbara Dixe Ramos
Fotografia Cinemateca

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.