São quatro artistas, das áreas da ilustração e do design, que visitam a residência artística de Viana do Alentejo, até ao dia 9 de julho, para olhar com profundida a tradição da olaria alentejana. Os trabalhos de Mariana Malhão, Bruno Reis Santos, José Torres e Mariana, A Miserável, fundem-se com os materiais e técnicas da olaria tradicional, cruzando visões artísticas da cultura portuguesa.

@ Passa ao Futuro

Com a direção da VICARA e produção da Passa ao Futuro, a residência artística em Viana do Alentejo convida a cerâmica Feliciano Agostinho, a expor as suas peças de olaria aos artistas convidados. Através das técnicas tradicionais, o projeto explora o encontro da olaria com a ilustração e o design contemporâneos.

Os pratos, potes e loiças decoradas são parte dos objetos tradicionais da olaria da região. O objetivo do projeto passa por, através de algumas dessas peças, explorar as possíveis vertentes da técnica tradicional e da matéria-prima utilizada, valorizando a produção local.

@ Passa ao Futuro

No dia 9 de julho, o encerramento da residência artística organiza uma iniciativa de partilha e recolha de memórias e uma formação da arte, permitindo envolver a comunidade na arte da olaria e na produção do artesanato tradicional. O projeto continuará após o encerramento deste ciclo em residência artística, que traz Mariana Malhão, Bruno Reis Santos, José Torres e Mariana, A Miserável até Viana do Alentejo, com a promoção de atividades que considerem as duas culturas e gerações, a tradição e contemporaneidade, o design, a ilustração e as plataformas digitais, aplicadas em residência na olaria de Viana do Alentejo.

Texto de Ana Mendes
Fotografias disponíveis na página de facebook Passa ao Futuro

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui