O colectivo de jovens criadores SillySeason abre concurso para atribuição de duas bolsas de pesquisa e criação, cujo período de inscrição se estende até dia 25 de Maio e a divulgação dos resultados até dia 30 do mesmo mês. Esta iniciativa insere-se na resposta que vai sendo desenvolvida interpares, em relação ao contexto de pandemia e às fragilidades que agrava na cultura.

"Este apoio está desenhado para reforçar o trabalho de investigação em projetos independentes, tornando-os discursivamente mais sólidos e com maior reverberação futura" e destina-se "a artistas individuais ou coletivos, sem restrição a área artística, idade ou nacionalidade," que estejam em início de criação ou que esta se encontre suspensa, lê-se no comunicado de imprensa. Porém, as candidaturas não se estendem aos artistas e estruturas que estão contempladas pelo Apoio Sustentado da Direção Geral das Artes.

Será atribuído um valor de 500 euros a cada um dos dois projectos seleccionados, a cujos artistas é pedido "o registo teórico-prático dos conteúdos em pesquisa e a possibilidade da sua partilha online", sem requisito de uma apresentação final.

"Os interessados devem enviar email para assistenciaproducao.sillyseason@gmail.com, com os seguintes elementos:

  1. Nome completo;
  2. Área artística;
  3. Nota biográfica;
  4. Breve descrição do projeto, onde se explicita a relevância desta bolsa na sua investigação (máx. 1 página A4)."

O colectivo reúne "jovens criadores formados pelo Balleteatro Contemporâneo do Porto, Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa e Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo", cujo princípio de trabalho é a criação colectiva, pelo que a colaboração com outros criadores e discursos, de diversas áreas, é a sua substância. É uma estrutura associada da Rua das Gaivotas6 e financiada pela Direcção Geral das Artes.

Texto de Raquel Botelho Rodrigues

Logo disponível no site de SillySeason