Marc Ribot, Heroes Are Gang Leaders, Burning Ghosts, Nicole Mitchell ou Ambrose Akinmusire são alguns dos nomes que compõem o cartaz da edição de 2019 do “Jazz em Agosto”. O festival realiza-se de 1 a 11 de agosto na Gulbenkian, em Lisboa.

Na programação deste ano, o festival, organizado pela Gulbenkian Música, incluí mais de 15 artistas, que ao longo de dez dias actuam no Grande Auditório, no Auditório 2, na Sala Polivalente e no Anfiteatro ao Ar Livre da Gulbenkian, em Lisboa.

Ao guitarrista Marc Ribot cabe as honras do concerto de abertura do 36.º “Jazz em Agosto”, dando o mote para uma edição “sob o signo da resistência e do grito coletivo clamando por um mundo mais justo”, refere a organização em comunicado.

Sobre a temática da revolução e da contestação, que atravessa a programação deste ano, a organização do festival relembra ainda que “jazz soube, em diversas ocasiões, canalizar e potenciar a contestação e a revolta de uma forma impossível de silenciar”.

A essa contestação juntam-se ainda nomes como Ingrid Laubrock e Tom Rainey, Théo Ceccaldi, Julien Desprez, Mary Halvorson, Tomas Fujiwara, Zeena Parkins, Han-earl Park ou no quarteto Ricardo Toscano, Rodrigo Pinheiro, Miguel Mira e Gabriel Ferrandini.

Os bilhetes já estão à venda na Fundação Calouste Gulbenkian, no Museu Calouste Gulbenkian e em plataforma online. Os preços variam entre 6€ e 20€ para concertos individuais e 20€ e 90€ para os passes.

Texto de Ricardo Ramos Gonçalves
Fotografia de Geert Vandepoele via flickr

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.