A 5ª edição do Symposium Sangue Na Guelra, repete-se pela 5ª vez, para levar uma revolução gastronómica à Gare Marítima de Alcântara.

Symposium, do grego, é uma conversa intelectual de debates à volta de uma mesa farta. É exatamente no mesmo contexto que surge o Sangue na Guelra, no qual o tema ao centro da mesa é gastronomia. Durante dois dias, Alcântara recebe ilustres nomes da cena gastronómica mundial para, através da mesma, revolucionar outros campos, abalar ideias feitas promovendo a partilha de informação e experiências.

Com César Costa, chefe do recém-inaugurado restaurante Corrutela, em São Paulo, onde a compostagem e a moagem do próprio trigo promove a formação de cadeias de produtores justas e sustentáveis, coloca-se a problemática do produto no centro da discussão e da importância dos produtores na temática da Revolução da Sustentabilidade.

Na fraternidade, a Revolução do País Irmão, Ana Luiza Trajano, responsável de um trabalho de pesquisa acerca dos produtos autóctones brasileiros, assim como Janaína e Jefferson Rueda, juntam-se a César Costa para esclarecer sobre as mudanças provenientes do Brasil.

Miguel Pires, é também um dos convidados da quinta edição do Festival gastronómico, à quem se junta Valter Krama, sommelier na Eslovénia, para moderar o debate à volta de vinhos naturais.

Sangue na Guelra 2018

A Revolução vai mais além dos adultos, chegando às mesas dos mais pequenos. A Revolução das Crianças, faz-se através de projetos escolares que pretende consciencializar pequenos e graúdos para uma alimentação biológica e saudável, juntamente com o Projeto Refeitórios Escolares nas escolas do 1º Ciclo da Junta de Freguesia dos Olivais. Em paralelo, Janaína Rueda, mentora do projeto Merenda Escolar, leva a cabo a mesma iniciativa no Brasil, nas escolas de São Paulo.

Porque o povo faz a força, a comunidade é também um dos pilares desta revolução. Luís Simões, chefe em Timor Leste, que tem como objetivo recuperar o património gastronómico timorense e a empresa MAKRO, assim como Stefan Doeblin, fundador da Sementes Vivas, darão voz à temática da recuperação de práticas e culturas ancestrais no meio gastronómico.

Para além do debate sobre revoluções gastronómicas temáticas, o Terroir Symposium, e os The World Restaurant Awards, são pensados para pôr em prática os novos passos no mundo da gastronomia, de tal modo, pretendendo mudar o olhar perante a mesma. Para tal, Lotta e Per-Anders Jorgensen, fundadores da revista de culto Fool Magazine, falarão do papel da imprensa nesta mudança de perspectivas. Rafael García Santos, pretende revolucionar as vontades dos próprios cozinheiros a elevarem a sua arte.

A edição deste ano do Symposium Sangue Na Guelra inaugura o espaço R-evolution (WE R Evolution), coordenado por Sofia Bizarro, que pretende ser um palco de amostra de novos projetos que se destacam pela sua visão inovadora e criatividade no meio gastronómico.

Texto de Rita Matias dos Santos
Fotografia de D. R. - Sangue na Guelra

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.