Na primeira semana de setembro, o Teatro Micaelense, em Ponta Delgada, nos Açores, regressa à atividade, com uma visita guiada, no dia 5, que assinala os 15 anos da reabertura desta sala de espetáculos, e com um concerto, no dia 7, pela Sinfonietta de Ponta Delgada (na foto), sob a direção do maestro Jean-Sébastien Béreau.

Para o último quadrimestre do ano, o Teatro Micaelense apresenta ainda uma programação diversificada, com ênfase na música, da erudita à popular. A Banda Fundação Brasileira e Coral de São José, Orquestra Gulbenkian, Salvador Sobral, Quarteto Lacerda, Gottlieb Wallisch, Cantado Admont, ars ad hoc, Sara Miguel, David Fonseca e Katia Guerreiro são alguns dos destaques dessa programação.

No campo da dança, o destaque vai para a companhia Ballet Teatro Paz e os espetáculos de Victor Hugo Pontes e Companhia Maxime e Francesco, integrados na programação Paralelo – Festival de Dança. Já no cinema, a programação do Teatro Micaelense apresenta uma Mostra de Cinema Sueco Contemporâneo, as Noites de Cineclube e o Ciclo O Filme da Minha Vida.

Entre várias outras propostas, destaque ainda para uma homenagem a Sophia de Mello Breyner, sob a forma de enredo biobibliográfico, e o espetáculo de circo contemporâneo Vão, da Companhia Erva Daninha.

Texto de Ricardo Ramos Gonçalves
Fotografia de Teatro Micaelense

Se queres ler mais entrevistas sobre a cultura em Portugal, clica aqui.