Durante esta semana, até sábado, os espaços do Teatro Municipal do Porto - Rivoli e Campo Alegre estão a ser ocupados por projetos que cruzam o limbo entre ficção e realidade, real e imaginário, material e imaterial, sagrado e profano, presente e futuro. Depois de Clara Amaral, Rita Barbosa, Cristaleira, e Chiara Taviani & Henrique Furtado Vieira apresentarem as suas criações, os espaços abrem-se para um circuito de circo contemporâneo e para “Limbo”, de Sara Carinhas. 

O dia 22 de novembro, sexta-feira, reserva um circuito de circo contemporâneo preparado pela Mostra Estufa. Alexandre Duarte com “The Newspaper Man”, Jonathan Frau & Jorge Lix com “Augustus” e Deeogo Oliveira com “Ninguém” juntam-se no Campo Alegre a partir das 19h00. 

O ciclo repete-se no sábado, dia 23, às 21h00. Segundo a descrição dada no site da Erva Daninha, a Mostra Estufa surge “de uma vontade conjunta da Erva Daninha e do Teatro Municipal do Porto de dar espaço a novas linguagens, estéticas e dramaturgias do circo contemporâneo”; uma espécie de “laboratório para que novos criadores ou propostas emergentes possam surgir contribuindo para o desenvolvimento desta área”. É aí que os projetos apresentados nos dias 22 e 23 se inserem. 

“Limbo”, a peça que Sara Carinhas apresenta nos dias 22 de novembro às 21h00 e 23 às 19h00, passa-se “num espaço não convencional, ocupado por um grupo de jovens atores de diferentes nacionalidades e percursos, que constroem um discurso em torno da violência, da maldade e do medo, numa tentativa de responder ao estado do mundo”.

 Com um elenco composto por António Bollaño, Filomena Cautela, Marco Nanetti, Nádia Iracema, Pierre Ensergueix e a própria Sara Carinhas, “Limbo” teve o apoio e residência artística do Centro Cultural Vila Flor/Centro de Criação de Cardoso, bem como os apoios do Pólo Gaivotas- Boavista, da Companhia Olga Roriz e da ONE your first stop. É uma coprodução entre o Teatro Municipal do Porto, Causas Comuns e São Luiz Teatro Municipal.

Os bilhetes para os dois momentos de programação podem ser comprados nas salas de espetáculos ou online

Texto de Carolina Franco
Fotografia promocional de "Limbo" de Sara Carinhas

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.