fbpx
Apoia o Gerador na construção de uma sociedade mais criativa, crítica e participativa. Descobre aqui como.

Tempos Livres. Iniciativas culturais pelo país que vale a pena espreitar

Todas as semanas o Gerador recomenda-te iniciativas culturais pelo país que vale a pena espreitares. Descobre em baixo as nossas sugestões.

Texto de Gerador

Apoia o Gerador na construção de uma sociedade mais criativa, crítica e participativa. Descobre aqui como.

Exposição “Três Famílias “

Museu da Marioneta, Lisboa 

até 7.04

Três Famílias habitam a exposição temporária do Museu da Marioneta.

Esta é a 17ª exposição da parceria com a MONSTRA | Festival de Animação de Lisboa. Desta vez, uma exposição coletiva que reúne originais de três filmes sobre três famílias muito distintas de três diferentes países europeus. O filme de Alain Ughetto, "Interdito a Cães e Italianos", é baseado numa história verídica e traz-nos o universo de uma família italiana que durante a Segunda Guerra Mundial é perseguida. Expostos estão também os bastidores do notável filme de Lea Vidaković, premiado em inúmeros festivais de cinema – "O Retrato de Família" – no qual a realizadora croata faz uma análise simultaneamente poética, negra e humorada sobre os segredos de uma família aristocrata antes da Primeira Guerra Mundial. E uma terceira família de… ratos! "A cada dia que passa…" é um filme de um dos mais talentosos animadores portugueses a trabalhar nos estúdios Aardman há vários anos, Emanuel Nevado.

Até 7 de Abril, é possivel viajar pelos bastidores de filmes de animação, ver os originais de marionetas e cenários, e também o trabalho minucioso de criar mundos em miniatura que ganham a dimensão de obras de arte nos ecrãs.

Bilhetes disponíveis aqui e na bilheteira do Museu da Marioneta.

As Areias do Imperador

Culturgest, Lisboa 

4 a 14.04

Espetáculo integrado no ciclo Abril Abriu, uma iniciativa do Teatro Nacional D. Maria II.

As criações de Victor de Oliveira estão intimamente ligadas à história colonial do seu país, Moçambique. Em “Incêndios”, espetáculo criado em 2019 em Maputo, o encenador interrogava os ecos da guerra civil que devastou o país durante 16 anos e, em “Limbo”, ponderava sobre os efeitos da colonização, da assimilação e da mestiçagem.

Através da adaptação do romance “As areias do imperador”, do autor moçambicano Mia Couto, Victor de Oliveira prossegue esse caminho em torno das relações Norte/Sul. Em palco, vemo-nos transportados ao fim do século XIX, no meio de um Moçambique devastado por guerras políticas. Germano, soldado português, e Imani, a intérprete moçambicana, apaixonam-se perdidamente. Uma história de amor impossível carregada por 15 intérpretes moçambicanos, portugueses e franceses que, através do destino desses dois seres, nos dá a ver a grande História.

Festival Y - Festival de Artes Performaivas 

Covilhã 

04.04 a 19. 06

O Festival Y celebra vinte edições de diversidade dos espetáculos, das disciplinas artísticas e de um compromisso inequívoco com a região da Beira Interior. Com o olhar contemporâneo dos espetáculos programados desde a sua primeira edição, o Festival Y tornou-se uma referência na oferta artística e numa empatia com os públicos da região. É também símbolo de uma resistência cultural que, apesar das adversidades do percurso, se foi afirmando a cada edição.

Entre 4 de abril e 19 de junho, na Covilhã, Castelo Branco, Belmonte e Paul, apresentamos um programa composto por 11 espetáculos, em sala e ao ar livre, que intersecionam a atual heterogeneidade das artes performativas nas formas, conteúdos e abordagens aos públicos, entre a dança, a música, a performance, o teatro e os cruzamentos. Com este cosmos artístico, trazemos para este Y#20 um desejo crescente e que agora reforçamos: construir uma Comunidade de Espetadores emancipada e coesa que, de forma apaixonada e inquieta, acompanhe o festival e nos ajude a projetá-lo para mais vinte edições (sim, sonhamos desmesuradamente, também como resistência a estes tempos em que tanto disso carecemos).

Mais informações em www.quartaparede.pt  

Maria da Fonte

Pavilhão Multiusos de Fafe, Fafe

06.04

Em contagem decrescente para as celebrações dos 50 anos da Revolução de 25 de Abril de 1974, a opereta MARIA DA FONTE vem relembrar os ideais de liberdade, emancipação feminina e de luta.

O Laboratório de Ópera Portuguesa (LOP), depois de sala lotada no CCB, leva agora ao Pavilhão Multiusos de Fafe no dia 6 de Abril, às 16h00, esta moderna opereta Maria da Fonte interpretada por oito solistas, Cátia Moreso, Luís Rodrigues, Marco Alves dos Santos, Inês Simões, Eduarda Melo, Ricardo Panela, João Merino, Tiago Matos e onze actores, António Ignês, Juliana Campos, Rita Carolina Silva, Afonso Abreu, Afonso Lourenço, Guilherme Arabolaza, Miguel Cruz, Ricardo Morgado, Ruben Teixeira, Rui Miguel, Tiago Estremores acompanhados pelo Coro do Teatro Nacional de São Carlos e Orquestra Artave.

No dia seguinte, a 7 de Abril, no Teatro Clube da Póvoa de Lanhoso, pelas 16h00, realiza-se uma conversa sobre Maria da Fonte e a desconstrução do processo criativo desta opereta de natureza cómica e satírica que contou com a direção musical e edição de partitura do Maestro João Paulo Santos e Libreto Moderno e encenação de Ricardo Neves-Neves.

Capitão Fausto 

Teatro de Vila Real 

06.04

Em 2024 os Capitão Fausto voltam aos discos. 

Subida Infinita é o nome do quinto álbum da banda e marca o último com a formação original em quinteto. Os Capitão Fausto são agora uma banda de quatro elementos, com a saída de Francisco Ferreira. Este Álbum foi gravado no estúdio novo da banda em Alvalade e é fruto de anos muito intensos. De fins e princípios, de morte e vida, de procura e encontro. De outros tempos e do começo dos novos. 

Tomás, Domingos, Manel e Salvador seguem, agora, pelo país, a aventura de mostrar estas canções às pessoas numa digressão que promete uma banda e um espetáculo em mutação.

Sejam bem-vindos à Subida Infinita.

Publicidade

Se este artigo te interessou vale a pena espreitares estes também

14 Junho 2024

Tempos Livres. Iniciativas culturais pelo país que vale a pena espreitar

13 Junho 2024

Ansiedade Política: Como Lidar com a ascensão da Extrema Direita?

12 Junho 2024

42: Prólogo

12 Junho 2024

Haris Pašović: “Não acredito que a arte deva estar desligada da realidade”

11 Junho 2024

Sobre o Princípio de Reparação do Dano Ambiental (e a Necessidade de Tutelar o Direito ao Ambiente)

11 Junho 2024

Prémio Fundações vai dar 50 mil euros a projetos de arte, ciência, cidadania e solidariedade

10 Junho 2024

Matilde Travassos: “A intuição é a minha única verdade”

7 Junho 2024

Tempos Livres. Iniciativas culturais pelo país que vale a pena espreitar

6 Junho 2024

Em voz alta: Medo em tempos de ódio

6 Junho 2024

Sobre o novo aeroporto e a sustentabilidade do setor da aviação

Academia: cursos originais com especialistas de referência

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Fundos Europeus para as Artes e Cultura I – da Ideia ao Projeto

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Soluções Criativas para Gestão de Organizações e Projetos [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Iniciação à Língua Gestual Portuguesa [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Pensamento Crítico [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Iniciação ao vídeo – filma, corta e edita [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Jornalismo e Crítica Musical [online ou presencial]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Práticas de Escrita [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Narrativas animadas – iniciação à animação de personagens [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Comunicação Cultural [online e presencial]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Planeamento na Produção de Eventos Culturais [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

O Parlamento Europeu: funções, composição e desafios [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Introdução à Produção Musical para Audiovisuais [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Viver, trabalhar e investir no interior [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Planeamento na Comunicação Digital: da estratégia à execução [online]

Duração: 15h

Formato: Online

Investigações: conhece as nossas principais reportagens, feitas de jornalismo lento

5 JUNHO 2024

Parlamento Europeu: extrema-direita cresce e os moderados estão a deixar-se contagiar

A extrema-direita está a crescer na Europa, e a sua influência já se faz sentir nas instituições democráticas. As previsões são unânimes: a representação destes partidos no Parlamento Europeu deve aumentar após as eleições de junho. Apesar de este não ser o órgão com maior peso na execução das políticas comunitárias, a alteração de forças poderá ter implicações na agenda, nomeadamente pela influência que a extrema-direita já exerce sobre a direita moderada.

22 ABRIL 2024

A Madrinha: a correspondente que “marchou” na retaguarda da guerra

Ao longo de 15 anos, a troca de cartas integrava uma estratégia muito clara: legitimar a guerra. Mais conhecidas por madrinhas, alimentaram um programa oficioso, que partiu de um conceito apropriado pelo Estado Novo: mulheres a integrar o esforço nacional ao se corresponderem com militares na frente de combate.

A tua lista de compras0
O teu carrinho está vazio.
0