fbpx
Apoia o Gerador na construção de uma sociedade mais criativa, crítica e participativa. Descobre aqui como.

Tempos Livres. Iniciativas culturais pelo país que vale a pena espreitar

Todas as semanas o Gerador recomenda-te iniciativas culturais pelo país que vale a pena espreitares. Descobre em baixo as nossas sugestões.

Texto de Gerador

Apoia o Gerador na construção de uma sociedade mais criativa, crítica e participativa. Descobre aqui como.

O som liberta – Noite Sonora II

Carpintarias São Lázaro, Lisboa

04.05

A Associação Cultural SONORA mescla, nas suas produções, as áreas da arte, ciência, ecologia e som. Em “O som liberta”, a acontecer nas Carpintarias São Lázaro, é-nos apresentado um programa que coloca o som como indicador de libertação pessoal e coletiva. Para além da experiência do próprio com o ambiente sonoro que o rodeia, é a experiência coletiva, nas  noites espetáculo, que aqui evoca  a exploração dos conceitos de união, inspiração e transformação.

A par das performances de Beam Splitter e Violet, podemos ver  exposto o primeiro trabalho individual do artista plástico Gil Delindro, culminando num avivar simultâneo do espaço físico e sonoro das Carpintarias.

O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá

Biblioteca Municipal de Sintra, Sintra

4 a 26.05

A Biblioteca Municipal de Sintra acolhe a peça de teatro "O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá", do Grupo de Teatro TapaFuros. Esta produção para toda a família, que se debruça sobre a obra poética de Jorge Amado, é a materialização de uma escrita que afirma o amor e o seu despertar, a conexão entre a natureza e o tudo o que a forma, a metáfora da vida espelhada nos animais. “Porque - eu vos digo - temos olhos de ver e olhos de não ver, depende do estado do coração de cada um." Coração de gato, homem, andorinha, mulher...todos os corações do Mundo!”

O espetáculo está em exibição de 4 a 26 de maio, sábados às 17h, e domingos às 11h.

15 anos de Companhia Caótica

Biblioteca de Marvila, Lisboa

8 a 12.05

A Caótica, companhia multidisciplinar co-fundada pelo músico-cineasta António Pedro, e pela encenadora autora Caroline Bergeron, tem vindo a desenvolver projetos que interligam várias disciplinas artísticas como o teatro, a música, o cinema e as artes visuais. A criação artística cruza-se com as atividades pedagógicas direcionadas não só a crianças, como também aos jovens e adultos, procurando trazer à luz momentos de partilha que aproximam obra e espectadores.

No seu 15º Aniversário, a Caótica celebra a data especial com uma programação que perdurará durante todo o ano. Entre os dias 8 e 12 de maio, a Biblioteca de Marvila é palco para o espetáculo “Lau Papalagui”, uma criação que toma como ponto de partida a obra “O Papalagui”, de Erich Scheurmann. Dia 10 de maio, estreia o Documentário das Conversas Emergentes, uma colaboração entre a Caótica e o Plano Nacional das Artes, com vista a pensar o presente e futuro das artes performativas dedicadas aos jovens em Portugal.

INDEX - Bienal de Arte e Tecnologia

Vários locais, Braga

9 a 19.05

A 2ª edição do INDEX - Bienal de Arte e Tecnologia, uma iniciativa da Braga Media Arts, promovido pelo Teatro Circo de Braga, regressa com uma programação que se estende a 50 propostas de práticas artísticas contemporâneas, que tomam lugar em espaços diversos como o Theatro Circo, gnration, Mosteiro de Tibães, Museu Nogueira da Silva ou Galeria do Paço - Reitoria da Universidade do Minho.

O mote para esta edição é o conceito de “Coexistência”, destacando a tecnologia e o seu papel enquanto instrumento contemporâneo que se põe ao serviço da democracia, da liberdade, da ética e do respeito pelo humano e pelo não-humano.

Alguns dos artistas estrangeiros cuja presença está confirmada na Bienal, são - Ryoji Ikeda, conceituado artista sonoro e visual japonês que apresenta o seu novo live-set “Ultratronics”; Lawrence Abu Hamdan, vencedor do Turner Prize, que estreia em Portugal “Air Pressure”.

Ainda à luz das celebrações dos 50 anos do 25 de abril, são os projetos de exposição que irão decorar a cidade de Braga - Empire’s Island”, de Jonas Staal; “Hardly Working”, do colectivo de guerrilha media pseudo-marxista Total Refusal, que recicla o jogo “Red Dead Redemption 2” para criar uma nova narrativa política; “The Future Light Cone”, da artista sediada em Atenas, Kyriaki Goni, centrado em seis grandes tapeçarias pertencentes à sua série Martian Landscapes, entre outros.

Festival Imaterial

Vários Espaços, Évora

17 a 25.05

O Festival Imaterial nasceu em Évora, sob o estatuto de Património Imaterial da Humanidade atribuído pela UNESCO ao cante alentejano, assim como a classificação do centro histórico da cidade como Património Mundial da Humanidade. Num diálogo entre música e paisagem, surgem edições que “pensam e vivem o património”.

A 4ª edição avizinha-se, e conta com concertos, um ciclo de cinema documental, conferências e conversas e passeios. A nova adição deste ano remete para a concretização de atividades de escolas e famílias, alargando a comunicação das artes e da criatividade aos mais novos.

No que toca à área da música, o Teatro Garcia Resende é palco para artistas como Mísica, emmy Curl e Emel. O cinema ficou a cargo da Professora Lucy Durán que cimentou uma seleção de documentários etnográficos, cujos temas se refletem na relação entre a música tradicional e o espaço da terra, a projetar no Auditório Soror Mariana.

Publicidade

Se este artigo te interessou vale a pena espreitares estes também

14 Junho 2024

Tempos Livres. Iniciativas culturais pelo país que vale a pena espreitar

13 Junho 2024

Ansiedade Política: Como Lidar com a ascensão da Extrema Direita?

12 Junho 2024

42: Prólogo

12 Junho 2024

Haris Pašović: “Não acredito que a arte deva estar desligada da realidade”

11 Junho 2024

Sobre o Princípio de Reparação do Dano Ambiental (e a Necessidade de Tutelar o Direito ao Ambiente)

11 Junho 2024

Prémio Fundações vai dar 50 mil euros a projetos de arte, ciência, cidadania e solidariedade

10 Junho 2024

Matilde Travassos: “A intuição é a minha única verdade”

7 Junho 2024

Tempos Livres. Iniciativas culturais pelo país que vale a pena espreitar

6 Junho 2024

Em voz alta: Medo em tempos de ódio

6 Junho 2024

Sobre o novo aeroporto e a sustentabilidade do setor da aviação

Academia: cursos originais com especialistas de referência

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Iniciação ao vídeo – filma, corta e edita [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Jornalismo e Crítica Musical [online ou presencial]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Práticas de Escrita [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Planeamento na Comunicação Digital: da estratégia à execução [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Iniciação à Língua Gestual Portuguesa [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Fundos Europeus para as Artes e Cultura I – da Ideia ao Projeto

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Narrativas animadas – iniciação à animação de personagens [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Pensamento Crítico [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

O Parlamento Europeu: funções, composição e desafios [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Comunicação Cultural [online e presencial]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Viver, trabalhar e investir no interior [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Introdução à Produção Musical para Audiovisuais [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Planeamento na Produção de Eventos Culturais [online]

Duração: 15h

Formato: Online

30 JANEIRO A 15 FEVEREIRO 2024

Soluções Criativas para Gestão de Organizações e Projetos [online]

Duração: 15h

Formato: Online

Investigações: conhece as nossas principais reportagens, feitas de jornalismo lento

5 JUNHO 2024

Parlamento Europeu: extrema-direita cresce e os moderados estão a deixar-se contagiar

A extrema-direita está a crescer na Europa, e a sua influência já se faz sentir nas instituições democráticas. As previsões são unânimes: a representação destes partidos no Parlamento Europeu deve aumentar após as eleições de junho. Apesar de este não ser o órgão com maior peso na execução das políticas comunitárias, a alteração de forças poderá ter implicações na agenda, nomeadamente pela influência que a extrema-direita já exerce sobre a direita moderada.

22 ABRIL 2024

A Madrinha: a correspondente que “marchou” na retaguarda da guerra

Ao longo de 15 anos, a troca de cartas integrava uma estratégia muito clara: legitimar a guerra. Mais conhecidas por madrinhas, alimentaram um programa oficioso, que partiu de um conceito apropriado pelo Estado Novo: mulheres a integrar o esforço nacional ao se corresponderem com militares na frente de combate.

A tua lista de compras0
O teu carrinho está vazio.
0