A banda de Setúbal composta por Pedro Franco e João Mota vai lançar um novo disco, “Homem-Delírio”, no início de 2019. Este é o terceiro disco de canções originais, antecedendo-lhe “De Não Ter Tempo” (2014), que inclui uma versão de um tema de Madredeus, e “Pulso” (2016). 

Depois de terem sido finalistas do Prémio José Afonso, em 2015, escreveram canções e compuseram para curtas metragens e peças de dança e teatro. As bandas sonoras para os bailados “A velha Ampulheta”, “Qarib” e “A Almofada de Paula”, este último baseado na obra de Paula Rego, ficaram também à responsabilidade do duo. 

Segundo Pedro Franco e João Mota, “Homem-Delírio” é um disco de ruptura e que vem reinventar a identidade da banda, explorando mais a proximidade com o terreno das artes plásticas e performativas, com que ganharam proximidade através das composições para bailado.

A produção do disco foi assinada por Sérgio Mendes e contou com a participação especial de Paulo Cavaco, ao piano, e de Celina da Piedade, ao acordeão. 

Podes descobrir mais sobre Um Corpo Estranho aqui

Texto de Carolina Franco
Fotografia de Rui David

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal clica aqui.