O Teatro São Luiz celebra o Dia Mundial do Teatro com uma nova edição de Estar em Casa, desta vez, em formato online. Com programação de Anabela Mota Ribeiro e André e. Teodósio, este fim de semana, nos dias 27 e 28 de março, das 10h00 às 23h00, e com acesso gratuito através dos sites www.estaremcasa2021.pt ou do www.teatrosaoluiz.pt. Há propostas para todas as idades e gostos.

A partir das palavras “invadir”, “sarar” e “unir”, Anabela Mota Ribeiro e André e. Teodósio apresentam um programa que conta com conversas, performances, visitas guiadas, aulas em casa, cinema, espetáculos, consultórios astrológicos e muito mais.

Um programa que mantém a sua estrutura, e muitos dos seus habitantes, e acrescenta modalidades e novos cúmplices. Um momento onde será possível ver pela primeira vez ou rever alguns espetáculos que estiveram no palco do Teatro São Luiz, como "Os Filhos do Mal", de Hotel Europa, "Plano Comensal de Leitura", de Marta Bernardes, e "Se Eu Fosse Nina", de Rita Calçada Bastos.

Fotografia da cortesia da organização: Os Filhos do Mal

Para tal, conta com a participação de Moreno Veloso, Pedro Penim, Patrícia Portela e José Raposo que trazem a este teatro memórias e histórias de outros teatros; Adriana Calcanhotto, Pedro Reis e Manuel Aires Mateus, entre outros, que apresentam, nesta casa, outras casas; Joana Barrios, que dá dicas para garantir bons looks com o que está à mão; visitas guiadas a um teatro vazio, a uma casa como obra de arte, a um quarto ou a museu, com Anabela Mota Ribeiro, André e. Teodósio, Ana Pérez-Quiroga, Margarida Folque Guimarães, Rita Rato e Sara Antónia Matos.

Ana Kiffer, Ana Gomes, Bárbara Reis, Cláudia Varejão, Rui Horta, Gabriela Moita, Teresa Coutinho, Djaimilia Pereira de Almeida, Fernanda Fragateiro, Clara Ferreira Alves e Paulo Pascoal,entre outros, participam em conversas sobre vários e relevantes temas relacionados com o corpo, a sensorialidade, a sexualidade, o fascismo, o medo, etc. Enquanto, André Godinho, Xinobi, Joana Frazão, Filipe Raposo, Jorge Jácome, Lula Pena, Catarina Mourão e Alex D’Alva Teixeira dão voz a filmes mudos e Sónia Baptista e Joana Breda dão aulas de ginástica à distância. Há ainda outras aulas em casa sobre diversas matérias, dedicadas a adultos e a crianças.

Fotografia da cortesia da organização: Plano Comensal de Leitura

Os momentos de culinária não estão esquecidos e, ao longo dos dois dias, Gisela João, Cláudia Jardim, Mário Rolando Baker, Vasco Araújo, João Pedro Vale & Nuno Alexandre Ferreira, Cátia Nunes e Íris Ribeiro vão ensinar a cozinhar com arte.

Para além de lançamentos de livros, viagens ao mundo da fauna e flora, oficinas e consultórios vários, há ainda uma performance duracional e efémera - #THISPERSONDOESNOTEXIST - realizada em conjunto por Teatro Praga com Cão Solteiro, Plataforma285, João Estevens, Ana Rita Teodoro, João Fiadeiro, Daniel Pizamiglio, Sónia Baptista e Mónica Calle.

A acompanhar tudo isto, há desabafos na página de Facebook do Teatro São Luiz, um diário online onde ficamos a saber os pensamentos mais profundos deste teatro.

Todo o programa é de acesso gratuito. A maioria das atividades tem horário marcado, algumas ficam disponíveis durante todo o evento, nomeadamente Oh, as Casas, as Casas, Oh, os Teatros, os Teatros, as visitas guiadas, as Comidas de Artistas e os espetáculos do Teatro São Luiz. Todos são de acesso imediato, exceto Terapia com um Casal, Consultório Poético-sentimental e Consultório de Astrologia do Ki, que necessitam de inscrição prévia no site do teatro. Consulta o programa completo, aqui.

Texto de Isabel Marques
Fotografia da cortesia da organização