A Câmara de Viana do Castelo criou um fundo de 20 mil euros para apoiar artistas que, devido à pandemia de covid-19, têm partilhado cultura nas redes sociais sem retirarem benefício financeiro desses projetos.

Em comunicado, a autarquia adiantou que o apoio agora criado “destina-se a artistas que não se encontram abrangidos pelas medidas previstas no Regulamento Municipal de Apoio ao Associativismo nem por Protocolos Culturais”.

As candidaturas ao programa de apoio a projetos culturais da Câmara de Viana do Castelo devem ser apresentadas de 27 de abril a 11 de maio, através do endereço eletrónico do município, sendo abrangidos os domínios das Artes Visuais, Artes Performativas, Artesanato, Literatura, Património Cinema e Audiovisual.

O município justificou a criação do apoio com o “contexto de imprevisibilidade resultante da pandemia de covid-19, de confinamento social, de um acesso à programação cultural muito limitado às redes sociais, e ciente de que os artistas, apesar de uma presença constante nas mesmas, não retiram benefício financeiro desta partilha”.

Os artistas podem “enquadrar” as suas propostas culturais no ciclo “A Tua Residência” – Apoio a residências artísticas, realizadas na casa ou ateliê do artista, com vista à apresentação pública dos trabalhos, em data a agendar posteriormente, no ciclo “O Teu Teatro” – performances realizadas no Teatro Municipal Sá de Miranda e transmitidas em streaming, no ciclo “O Teu Olhar” – registo em imagem (fotografia, cinema, etc.) da vida da comunidade vianense durante a pandemia, e no ciclo “A Tua Palavra” – partilha de textos inéditos, em poesia ou prosa, em formato digital”.

Texto de Lusa
Fotografia de Jorge Rodrigues via flickr

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.