Capitão Fausto apresentou-se com a urgência das canções juvenis em Gazela, seguiu para Pesar o Sol, onde se afirmou como uma das propostas mais originais em Portugal. Depois, Capitão Fausto Têm os Dias Contados, contando-nos as suas histórias de vida. Chegou a altura d’A Invenção do Dia Claro, o novo disco que a banda editou no passado dia 15 de março.

O último álbum dos Capitão Fausto, A Invenção do Dia Claro, é composto por 8 canções originais incluindo Boa Memória e Amor, a Nossa Vida e foi gravado nos Red Bull Studios São Paulo no Brasil. Desta experiência de gravação, os integrantes da banda Tomás Wallenstein e Domingos Coimbra revelaram ao Gerador que uma das maiores influências que trouxeram de solo brasileiro foi a capacidade de cantar coisas tristes de forma alegre.

Os Capitão Fausto vão estar em Oeiras no dia 25 de abril para um concerto de entrada livre que celebra os 45 anos da democracia em Portugal.  O concerto acontece pelas 22h no parque de estacionamento junto à Adega do Palácio Marquês de Pombal. A entrada faz-se pela Rua do Aqueduto. Mas para já fica com a sua seleção de 10 músicas de autores portugueses.

Estas são as 10 escolhas da música portuguesa que os Capitão Fausto partilharam connosco:

Tomás Wallenstein:

Zanibar Aliens, All I Need Is (You)
Fausto, Lembra-me um Sonho Lindo

Salvador Seabra:

Tony de Matos, Cartas de amor
Bruno Morgado, Pra trás do mar OUVE AQUI

Manuel Palha:

Carlos Ramos, Não venhas tarde
Jorge Palma, A Gente Vai Continuar OUVE AQUI

Domingos Coimbra:

Jasmim, Vai Nascer
Cave Story, Punk Academics

Francisco Ferreira:

Reis da República, Ao Portão! OUVE AQUI
Flamingos, Dias de Calor OUVE AQUI


Se queres ouvir mais Mesclas da Semana, clica aqui.