Assumindo-se como o menor festival de verão, ou ainda um não-festival, o No Noise regressa para a quinta edição, no dia 3 de agosto, no Convento de Francos, no Porto.

“É o som que nos une, e é a partir do som que criamos uma ética e uma filosofia que se tornam o elemento central das nossas vidas”, explica a organização em comunicado, para a ótica de seleção do Convento de Francos para quinta edição do (não)festival de música experimental.

Apesar das pressões imobiliárias e dos grandes interesses económicos no Convento, a Associação de Fiéis do Coração Imaculado de Maria, para além de resistir, une-se à Sonoscopia Associação, entidade organizadora, para que, na edição deste ano, se mantivesse o formato do ano anterior.

O festival abre as portas com o Kindernoise, um conjunto de atividades para crianças, composto por construções de máscaras da Oficina Arara, os robertos do Teatro da Mandrágora e a música e animações em retroprojeção do duo argentino com Santí Lesca e Celestial Brizuela.

A programação deste ano conta com os concertos de Amy Knoles, Vasco Costa & Monika Frichová, Burkhard Beins, Chrs Galarreta, Desterronics, Dr Truna, LLUMM – Alfredo Costa Monteiro & Ferran Fages, Putan Club – Giana Greco & François R. Cambuzat, Scorpions, Sereias, Trigger e Vasco Alves espalhados pelos diversos espaços do convento. Tanto o design e a ilustração estarão ao encargo de Tareza Terror, enquanto o video é da autoria de Augusto Lado.

Haverá ainda uma feira de edições indenpendentes, entre outras atividades gratuitas, como um jantar e churrasco, minigolf selvagem, urban goat-watching e a tradicional piscina de cerveja.

Texto de Rita Matias dos Santos
Fotografia de ©Sonoscopia disponível via Facebook

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.