A segunda edição da bienal já tem data marcada entre Junho e Julho de 2021, e decorrerá entre o Porto e Matosinhos. Com curadoria de Alastair Fuad-Luke, esta edição irá pensar e intervir sob o tema "Alter-Realidades: Desenhar o Presente".

Nesta edição, e dado o atual contexto, o curador responsável terá de responder aos desafios da programação. Ainda assim, de 4 de junho a 25 de julho, esperam-se as habituais exposições, conferências, workshops e publicações. O tema central da PDB 2021 passará pelo "debate em torno da capacidade do design para delinear novas soluções para problemas coletivos", do "planeamento e sustentabilidade dos centros urbanos, da mobilidade dos cidadãos e da forma como o espaço público pode manter-se como catalisador de experiências", lê-se em comunicado.

Para a edição de 2021, estão ainda abertas as candadituras de propostas para a Porto Design Biennale. A primeira call dedicada a Atividades Satélite, ou seja, a candidaturas capazes de enriquecer a reflexão em torno do tema geral da PDB, está aberta até 17 de janeiro de 2021. Já a segunda chamada é destinada a Designer Gráficos. Espera-se que estes apresentem os seus portfólios, a título individual ou coletivo (agências ou estúdios), por forma a desenvolver a identidade e conceito visual da Porto Design Biennale 2021. As candidaturas estarão abertas até 10 de dezembro de 2020.

Em destaque, nesta próxima edição, estará a França, como país convidado, e que terá uma programação dedicada, em articulação com o tema geral.

A organização do evento, levada a cabo pelos municípios do Porto e Matosinhos e pela esad–idea, afirmam que, em 2021, a PDB "pretende solidificar o seu lugar como plataforma de diálogo entre a sociedade, a academia, a indústria, as instituições e os agentes culturais nacionais e internacionais, construindo pontes entre as identidades locais e a pertença a uma escala global, e defendendo o Design como ferramenta indispensável para repensar a “glocalização”, a circulação de bens e pessoas, a produção e consumo massificados e a crescente presença da tecnologia na vida humana".

Mais informações aqui.

Texto Bárbara Dixe Ramos
Fotografia de Magda Seifert and Alastair Fuad Luke por Bruno Mesquita