Portugal #EntraEmCena “é um movimento nacional, materializado em plataforma digital, onde artistas podem lançar ideias e recolher investimento para a sua fase de conceção e desenvolvimento, e onde empresas e entidades, públicas e privadas, podem lançar desafios e receber propostas artísticas, escolhendo as que pretendem remunerar já”, lê-se na página deste.

No dia 23 de Março, a Ministra da Cultura, Graça Fonseca, havia anunciado a criação de uma linha de apoio de emergência, financiada pelo Fundo de Fomento Cultural, no valor de 1 milhão de euros, com vista a “ajudar artistas e entidades em situação de maior vulnerabilidade e sem qualquer apoio financeiro”, lê-se no comunicado.

Hoje, as inscrições abriram e destinam-se a “entidades privadas e públicas que encontram talento”, “artistas que podem lançar ideias e apresentar propostas criativas e serem remunerados pelas suas criações e pelo seu trabalho, já e no futuro, e às “equipas técnicas envolvidas nos projetos, que também podem ser remunerados já por trabalhos a realizar.”

Seja respondendo a desafios das empresas ou apresentando as suas propostas, os artistas serão remunerados directamente pelas primeiras (que se encontrem na plataforma e que manifestem interesse no projecto). “Os intervenientes devem acordar entre si os termos do projeto: calendário, orçamento de conceção e desenvolvimento, equipa a ser remunerada nesta fase e, caso a implementação do projeto obrigue a despesas de produção, a estimativa do orçamento de produção”, lê-se na página Portugal #EntraEmCena.

Quanto à calendarização dos espectáculos, é referido que podem ser apresentados em tempo de quarentena, a partir de casa, quando este terminar ou numa outra data agendada até ao fim do próximo ano.

Aqui encontrarás informação mais detalhada, bem como contactos, junto dos quais poderás obter esclarecimentos.

Para te pores a par de outros apoios, consulta o artigo Do Ministério da Cultura à Gulbenkian: os apoios às artes em tempos de pandemia, publicado pelo Gerador, no dia 28 de Março.

Texto de Raquel Botelho Rodrigues

Cartaz disponibilizado na página de Portugal #EntraEmCena