Na próxima quarta-feira, dia 17 de março, às 19h00, o site Gerador vai receber mais uma edição das Conversas Centrais, acerca da representatividade negra nas artes, com Andreia Coutinho, do Colectivo Faca, Lolo Arziki, cineasta, e a cantora Selma Uamusse.

Andreia Coutinho é ilustradora e mediadora educativa. Licenciada em Pintura pela FBAUL e Master of the Arts em Ilustração pela Kingston University, foi autora da zine Hair (SapataPress 2018) e colaborou em vários projetos de publicações independentes, em Portugal. Trabalha em museus desde 2010, com experiência em Portugal e no Reino Unido, e é um dos membros fundadores do projeto de ativismo curatorial Colectivo Faca.

Lolo Arziki é cineasta, nasceu em Cabo Verde e imigrou para Portugal aos 13 anos, onde fez toda a sua formação académica. Atualmente reside entre Portugal e Luxemburgo. Desenvolve o seu trabalho tratando temas como a sexualidade, género e a inclusão social através de experimentação estética.

Selma Uamusse é uma cantora moçambicana residente em Portugal desde 1988. Criou em nome próprio os projectos Souldivers, Nu Jazz Ensemble e Tributo a Nina Simone, onde colaborou com Ana Bacalhau, Rita Redshoes, Marcia, The Legendary  Tigerman, Luísa Sobral, Elisa Rodrigues, Gospel Collective, entre outros. Participou em discos e espetáculos de artistas como Samuel Úria, Medeiros/Lucas, You Can't Win Charlie Brown, Joana Barra Vaz, Moullinex e Orquestra Todos. Recentemente emprestou também corpo e voz a diversos projetos de teatro, cinema e artes visuais. Em nome próprio, Selma Uamusse explora as raízes do seu país de origem, usando ritmos moçambicanos, letras em línguas nativas e instrumentos tradicionais, em combinação com outras referências que espelham as suas diversas influências.

Mensalmente convocamos pessoas do meio cultural para debater temas centrais da sociedade no site Gerador. Descobre todas as conversas que já aconteceram aqui.