No âmbito do surto pandémico, a Câmara Municipal de Faro lançou um novo programa Faro Consigo na Cultura.

No total são oito medidas excecionais enquadradas na iniciativa #FaroEmCasa, destinadas a apoiar financeiramente artistas, agentes culturais e o associativismo do concelho.

O conjunto das iniciativas é levado a cabo, não só pelo Município, mas também pelo Teatro das Figuras e pela equipa responsável pela candidatura de Faro à Capital Europeia 2027.

Na primeira das decisões, o Município considera “fundamental injectar confiança no sistema cultural e criativo” pelo que, juntamente com o Teatro das Figuras, irão manter os contratos previamente estabelecidos com artistas e produtores. As iniciativas já contratadas podem não chegar a realizar-se, no entanto a CMF pretende encontrar formas de apresentação dos espetáculos no prazo de um ano da programação inicial.

A iniciativa do Município prevê ainda antecipar os projetos-piloto do processo de candidatura à Capital Europeia 2027 para o segundo semestre de 2020. Inicialmente previstos para o primeiro semestre de 2021, estes projetos envolvem inúmeros elementos do setor cultural do concelho.

Também os apoios à produção cultural local estão previstos, por via do reforço de parcerias com artistas e agentes culturais da região. O Município fala num “reforço do compromisso com a criação local”, para aumentar também “a visibilidade ao setor cultural e criativo de Faro”, lê-se em comunicado.

Algumas destas oito medidas anunciadas pela autarquia já começaram a ser postas em prática ao longo destes meses de confinamento. Um novo programa foi anunciado no fim do mês de abril, e tem transmitido regularmente em direto espetáculos/performances, com duração máxima de 45 minutos, nas plataformas digitais do Município e do Teatro. A programação estende-se até ao final do mês de maio.

Cientes da sua responsabilidade no contexto do setor cultural e criativo, o Município de Faro avançou ainda com dois novos programas, que aguardam agora o anúncio dos projeto selecionados.

O ciclo “Emergente” - realização de residências artísticas que serão apresentadas em 2021 no Teatro das Figuras e nos espaços expositivos de Faro; e o programa “O papel da arte em tempo de Crise”, em parceria com o Centro Cultural de Cluj da Roménia, através da partilha de trabalhos que ajudem “a comunidade em geral a entender e ganhar uma nova perspetiva sobre o momento que vivemos”.

O Município não se ficou por aqui e decidiu apoiar também o Associativismo, mantendo a totalidade dos apoios previstos para 2020, estendendo o prazo de entrega das candidaturas ao Programa de Apoio ao Associativismo e ainda através da criação de um apoio extraordinário. Ambas as iniciativas terminaram no dia 30 de abril.

Texto de Bárbara Dixe Ramos
Imagem da Câmara Municipal de Faro

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.
Faro-apoia-cultura