O relatório global do Barómetro Gerador Qmetrics chega já amanhã aqui, ao site do Gerador.

O Barómetro Gerador Qmetrics é um estudo anual de divulgação gratuita sobre a percepção da cultura em Portugal que arranca em 2019. Pretende fornecer ferramentas para apoiar livremente os artistas, agentes culturais e líderes políticos e empresariais nas decisões relacionadas com as estratégias culturais. E quer pôr todos os portugueses a reflectir sobre a importância da cultura para a sociedade.

Nesta primeira edição foram feitas 1.192 entrevistas telefónicas numa amostra aleatória estratificada por região, sexo e escalão etário. A amostra é representativa do universo de indivíduos residentes em Portugal Continental e Ilhas, com idade igual ou superior a 15 anos. As entrevistas foram realizadas entre 8 de março e 6 de maio de 2019.

Dos resultados detalhados que serão apresentados amanhã, conclui-se que os portugueses têm, genericamente, uma relação forte com a cultura, com percentagens muito elevadas de respostas positivas sobre a importância da cultura para a construção de uma sociedade mais evoluída (94%) ou para uma economia mais desenvolvida (97%).

Fica, também, claro que os portugueses são fortemente favoráveis ao aumento do orçamento de estado para a cultura já no próximo ano, com mais de 80% a inclinar-se nesse sentido, e sobre a necessidade das empresas investirem mais na cultura nacional (93%).

O Barómetro Gerador Qmetrics está dividido em 6 grandes secções:

Conhecimento do país

Será que os portugueses conhecem bem o seu país? Avaliaram-se quais as capitais de distrito que foram uma vez na vida ou, pelo menos, no último ano. Analisaram-se, ainda, mais 20 locais de referência, desde o Gerês, passando pela aldeia de Monsanto, até Odeceixe, para saber por onde os portugueses já andaram.

A cultura e a sociedade

Qual a importância da cultura para a sociedade, em comparação com outros sectores fundamentais? Avaliaram-se, também, quais as dimensões, como a literatura, o artesanato ou a gastronomia, mais se relacionam com a cultura. E ainda sobre qual a opinião dos portugueses sobre o investimento que o estado faz nesta área.

A cultura e o indivíduo

Qual a relevância da cultura no dia a dia dos portugueses? Investigou-se sobre quem são as gerações que se sentem mais representadas pela cultura e analisámos quem está profissionalmente ligado à cultura e quem tem uma atividade de lazer de âmbito cultural. Avaliou-se, ainda, se os portugueses julgam que a cultura está mais próxima da educação ou do entretenimento.

A cultura e as marcas

Analisou-se a percepção dos portugueses em relação ao investimento global das empresas na cultura e avaliou-se o comportamento de 25 marcas que actuam em Portugal, em sectores como o das telecomunicações, da distribuição, da banca ou do grande consumo.

Consumo cultural

Investigou-se qual o consumo de cultura nos últimos 6 meses, em diferentes dimensões culturais, como ver um filme, ler um livro, visitar um museu ou ir a um espetáculo de teatro. E, ainda, se analisou a percepção sobre os preços relacionados com a cultura, como ir a um concerto, ao cinema ou a uma exposição.

Referências culturais

Analisámos quais os espaços culturais que os portugueses conhecem, bem como as principais referências do património nacional, como o Mosteiro da Batalha, a Torre dos Clérigos ou as Gravuras de Foz Côa. E, por fim, avaliaram-se quais os artistas que os portugueses mais admiram em diversas áreas culturais.

O Gerador e a Qmetrics vão realizar este estudo de mercado anualmente, sempre na mesma altura do ano, de forma a permitir fazer uma análise continuada dos principais temas da cultura portuguesa. Fica atento.