Está prestes a chegar a 3ª edição do MIL (Lisbon International Music Network). Como já aqui anunciámos, de 27 a 29 de março, o Cais do Sodré, em Lisboa, irá encher-se de artistas ligados ao meio musical provenientes um pouco de todo o mundo. No entanto, este não é um festival dedicado só a artistas estrangeiros, e, por isso, conta também com uma extensa lista de nomes portugueses no respetivo cartaz. Beatriz Pessoa, Beautify Junkyards e Bateu Matou são alguns deles.

O Público chegou a chamar-lhe “A voz que a pop roubou ao jazz”. Corria o ano de 2017 quando, em atuações no EDP Cool Jazz, na Culturgest e na Casa da Música, entre outros locais, Beatriz Pessoa começou a dar nas vistas para a Imprensa nacional e a suscitar algumas questões na crítica. Enquanto isso, alguns meses depois, já em meados do ano passado, saiu o EP “II”, cujo primeiro tema se chama “Vento”.

Avançando até aos grupos, Beautify Junkyards e Bateu Mateu - este primeiro é, possivelmente, de entre todos, aquele que já conta com mais anos de escola. Já vão no terceiro álbum, "The invisible world of Beautify Junkyards”,  lançado por uma editora inglesa, a Ghostbox, e com direito a espaço na imprensa estrangeira, que muito os tem vindo a elogiar. João Branco Byron, nas vozes e teclado, Rita Vian nas vozes e sintetizadores, João Moreira na guitarra acústica e sintetizadores, Sergue Ra no baixo e António Watts na bateria são os elementos que fazem parte desta banda. 

“Fazer dançar” é aquilo a que se propõem os Bateu Matou. O segundo grupo que aqui falamos, composto só por bateristas, tem no Global Bass o ritmo para o seu projeto. Com o background de Riot, dos Buraka Som Sistema, de Ivo Costa, da Batida e de Quim Albergaria dos PAUS, assim se tem vindo a concretizar essa vontade.

Recordamos, assim, que a 29 de março será o dia de atuação destes três nomes. Por questões de logística - os lugares não serão os mesmos e as horas dos espetáculos serão muito próximas - não poderão ser vistos ao mesmo tempo. Assim, adiantamos que os primeiros a apresentar-se em palco, nessa data, serão os Beautify Junkyards, no Sabotage (20h15), seguidos por Beatriz Pessoa, no Estúdio da Time Out (21h) e, por último, Bateu Matou, no Titanic Sur Mer (21:15h).

Aqui podes espreitar o cartaz completo onde se incluem outros artistas portugueses.

 

Os Sócios Gerador que comprem o festival ticket do MIL têm acesso a experiências especiais: acesso livre à convenção do MIL, um bilhete duplo para o espetáculo de abertura e a oferta de um totebag e de uma t-shirt do MIL. Descobre mais aqui.
Texto de Madalena Massena
O Gerador é parceiro do MIL

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.