Cães que Ladram aos Pássaros é a mais recente curta-metragem de Leonor Teles e estreia-se mundialmente no Festival Internacional de Cinema de Veneza, que decorre entre os dias 28 de agosto e 7 de setembro. O filme integra a secção competitiva Orizzonti Short Films Competition.

Produzido pela Uma Pedra no Sapato e promovido internacionalmente pela Agência da Curta Metragem, o filme “acompanha os dias de verão de Vicente e da sua família, obrigados a sair da sua casa no centro do Porto, por força da especulação imobiliária”, explica o comunicado de imprensa. 

Cães que Ladram aos Pássaros foi concebido a partir da residência artística que Leonor Teles fez por um ano no Porto e estreado na sessão de encerramento do Cultura em Expansão no dia 16 de dezembro de 2018, no Teatro Municipal Rivoli. 

"O filme toma uma cidade que não é a minha, um lugar que me é desconhecido e não me pertence. No entanto, não deixou de ser, por isso, menos pessoal que os filmes anteriores. A ligação que criei com a família que filmei mantém-se e parece ser essa a constante no meu trabalho: as pessoas e a minha relação com elas", afirma a realizadora, citada no mesmo comunicado. 

Entre o documentário e a ficção, Leonor pensou o filme a partir de uma história real à qual foi juntando detalhes que ajudaram a compor a narrativa cinematográfica. Nas palavras da realizadora, “a ficção surge como ferramenta para potencial o real”, uma vez que Vicente é ele mesmo e a sua família também. 

Vicente, Salvador, Maria, Mariana e António são a família Gil e sentiram o peso da gentrificação na pele, que Leonor leva para a tela uma vez que, para si, “o cinema tem de ser sempre pessoal e íntimo”. 

Esta é a segunda curta-metragem de Leonor Teles, vencedora do Urso de Ouro de Melhor curta-metragem na Berlinale 2016 com Balada de um Batráquio. No início deste ano estreou ainda no circuito comercial a longa-metragem Terra Franca, que já somou distinções do Cinéma du Réel, do Festival d’Amiens e do Festival Mar del Plata. 

Leonor Teles nasceu em Vila Franca de Xira em 1992. Estudou Cinema na Escola Superior de Teatro e Cinema e tornou-se mestre em Audiovisual e Multimédia pela Escola Superior de Comunicação Social em 2015. Atualmente encontra-se a desenvolver o seu primeiro projeto de longa-metragem de ficção. 

Texto de Carolina Franco
Still de Cães que Ladram aos Pássaros

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.