Hoje, das 11h às 16h, a Feira Gerador veio até ao Lumiar com 12 projetos que não vais querer deixar passar ao lado. Desde ilustração a cerâmica, passando pelo artesanato, descobre aqui um pouco sobre cada um:

Almofadas Paquito

Almofadas termo-terapêuticas de caroços de cereja, que se aquecem no microondas (para terapia através do calor) ou se colocam no congelador (para terapia através do frio). São diversas as aplicações possíveis: para dores musculares; dores lombares; cólicas menstruais; cólicas nos bebés; amamentação; etc. O tradicional saco de água quente e o vulgar saco de gelo num único produto, 100% natural, livre do perigo de verter água a ferver ou do inconveniente de se molhar com gelo derretido.

A Mala da Ana

Malas, bijutarias e acessórios vintage vindos directamente de Londres. Podes encontrar ainda alguns postais da época, que será um complemento.

Carina Monso

Cresceu a desenhar e durante algum tempo quis ser pintora, mas acabou por se licenciar em Escultura e em Desenho. Foi durante o tempo que esteve na Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa que percebeu o que afinal queria ser “quando fosse grande”, ilustradora.”

Cherosabor Doces
O legume albino Cherovia renasce em compotas e salgados. Sendo produzido em Portugal e mais antigo do que a cenoura e a batata, é cultivado sobretudo na zona da Cova da Beira e somente na região integra o receituário gastronómico tradicional. Foi lá que Patrícia e Mário provaram pela primeira vez a cherovia, expressão pela qual o legume é conhecido na região e que inspira o nome da empresa.
Cristina Viana e Bernardo Bagulho

Cristina Viana desenvolve trabalhos nas áreas de ilustração, design gráfico, animação, desenho digital ao vivo (acompanhando bandas, músicos, djs, performances, etc), murais, montras. Para além disso criou a Má Cara, um atelier ambulante de maus retratos. Bernardo Bagulho começou a fazer ilustrações soltas e agora quer contar histórias através de pequenos livros, esculturas, jogos e mundos.

Crocheturas

Marca de brinquedos e de artigos de decoração produzidos artesanalmente utilizando uma técnica de crochet japonesa chamada amigurumi.

Filipa Morgado – Cerâmica

Cada peça de cerâmica produzida pela artista é o resultado de uma série de experiências novas que fazem parte deste novo capítulo que se abre na relação com o barro. Conformadas à roda, molde ou modelação todas as peças são únicas.

Joia

A Joia trabalha com artistas visuais com forte presença no desenho, ilustração, pintura e gravuras e prints. O espaço apresenta uma proposta de arte acessível, soma um total de 24 artistas de 4 países – Portugal, França, Brasil e Reino Unido.

Miguel Lopes

O seu trabalho está entre o realismo e o grotesco, muitas vezes são personagens, paisagens abstractas, ou interacções. Todas as ilustrações expostas nesta feira serão de duas dimensões, com técnicas mistas do meio riscador.

Sabonetes POP

Os Sabonetes PoP! são 100% naturais e feitos de forma artesanal com manteigas e óleos vegetais. Sendo 100% biodegradáveis (desde o sabonete à embalagem) são uma escolha natural, em relação aos sabonetes industrializados.

Tampa Sem Caneta

Dois malucos que bordam, costuram, desenham e inventam umas coisas giras. Têm bordados com temas diversos que também podes encontrar em formato de colar ou pin. Também desenham mandalas que podes levar em formato autocolante.

Tiago Gomes

Apresenta “Revista Bíblia”, um espaço de experimentação da literatura e das artes visuais contemporâneas, portuguesas mas não só. Publica várias dimensões artísticas da ilustração à fotografia, design, banda-desenhada, passando pela prosa, conto, poesia mas não deixando de fora a música, o cinema ou a arquitetura.

Descobre aqui a programação completa para o mês de novembro e segue o Facebook Instagram oficiais da Central Gerador para estares a par de todas as novidades.. Visita-nos de quarta a sábado, entre as 18h e as 23h, e ao domingo, das 15h às 20h e aproveita para espreitar a exposição Lisboa com história do fotógrafo David Cachopo que está disponível na Central Gerador.

Onde fica a Central Gerador?

A entrada faz-se pela Rua Luis Pastor de Macedo, nas traseiras do edifício da Junta de Freguesia do Lumiar, pelo portão verde que estará aberto. A Central Gerador fica no Largo das Conchas, Casa da Cidadania, nº 5, Lumiar (Lisboa).