O compositor Armando Teixeira, fundador de projetos como Da Weasel ou Balla apresenta Cidade Modular, uma criação audiovisual em que sons da cidade de Lisboa são electronicamente manipulados a partir de sintetizadores modulares. Estas nove composições foram editadas fisicamente em CD, que se encontra disponível aqui.

O projeto será apresentado em seis eventos de passagem pedestre, onde Armando se juntará ao artista visual Paulo Romão Brás. A fronteira entre o estar na cidade e o não estar farão parte do imaginário sonoro destas apresentações, pois o próprio conceito de espaço individual está bastante diferente do que na era pré-pandemia. Podes descobrir as datas das apresentações ao vivo já aqui:

18 janeiro às 18h | Desvio, Arroios

1 fevereiro às 18h | Galeria Imago, Graça

7 fevereiro às 18h | Clara Clara, Santa Clara

16 fevereiro às 18h | Selina Garden

23 fevereiro às 18h | Chasing Rabbits, Rato

25 fevereiro às 19h | Jazz Messengers, LX Factory

Para além das apresentações, em março será emitido aqui, no site Gerador, um mini documentário final sobre este projeto. Realizado por Eduardo Morais, este vai reunir o apanhado das várias atuações que decorreram ao vivo.

O Gerador é parceiro desta iniciativa