Em  Passinhos de Cima, um lugar entre o Douro e o Tâmega, o dia-a-dia das irmãs Ana e Glória Madureira da Rocha passa pela agricultura da subsistência, desde sempre. Cláudia Ribeiro leva-as para a tela em Entre Leirias, num documentário produzido pela Uma Pedra no Sapato, que será exibido na competição nacional do IndieLisboa. 

Cláudia viveu em Passinhos de Cima durante sete meses e, segundo a própria, “a percepção dos seus dias e das suas vidas, a evolução da relação entre nós e delas com a câmara só foi possível desta forma intensa, quotidiana, presente”. Com recurso a uma câmara, um tripé, um gravador de som e uns auscultadores, trabalhou e conviveu com as irmãs Madureira da Rocha. 

Neste lugar em Paredes de Viadores, Marco de Canaveses, vivem cerca de trinta pessoas e grande parte do que se põe em cima da mesa vem da terra. No documentário que resulta do encontro com este lugar, as suas pessoas e os seus modos de vida, Cláudia Ribeiro convida também o espectador a conhecer o ciclo agrícola ao longo do ano e o que é viver de sol a sol. 

Cláudia Ribeiro é natural de Guimarães e licenciou-se em cinema pela Universidade da Beira Interior. Mestre em Antroplogia – Culturas Visuais, tem trabalhado conceitos de cultura e identidade, movida por um questionamento constante do comportamento humano, da memória, da representação e do conceito de realidade. 

Podes saber sobre o IndieLisboa, aqui.

Texto de Carolina Franco
Still de Entre Leirias disponível via ICA

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.