A “Romaria de Portugal em honra da Nossa Senhora dos Remédios”, em Lamego, tem este ano uma reedição de um desfile etnográfico com 650 figurantes dedicado à vinha e ao vinho da região do Douro, disse a responsável.

“Vamos assumir a nossa cultura duriense e vamos reeditar o cortejo etnográfico, com o tema ‘a vinha e o vinho’ e, este ano, vamos fazer um desfile com 650 figurantes, cerca de 20 carros temáticos, alguns puxados por juntas de bois”, explicou à agência Lusa Ana Catarina Rocha.

A presidente da comissão de festas e vereadora da Educação, Ação Social, Cultura, Desporto e Turismo, adiantou que este desfile vai acontecer no dia 01 de setembro, e conta com a “representação de todo o Douro” na cidade de Lamego.

“A última edição deste cortejo foi há cerca de 15 anos e nós, porque o nosso cartaz pretende ter uma programação cultural forte, decidimos reeditar este evento no sentido de mostrar as vivências, os usos e costumes dos nossos antepassados, em particular como se trabalhava a nossa vinha e vinho e o contexto rural, os trajes, as danças e cantares”, justificou.

A “Romaria de Portugal em honra da Nossa Senhora dos Remédios” este ano começa uma semana mais cedo, “para dar oportunidade à diáspora portuguesa que ainda se encontra no território de vivenciar esta festa”, estando o início marcado para hoje e o fim para o dia 09 de setembro.

“Os pontos altos desta festa acontecem a 07 e 08 de setembro, com a marcha luminosa no sábado e, no dia 08, a majestosa procissão de triunfo, que é o grande dia religioso, com a missa matinal e depois a procissão que envolve cerca de dois mil figurantes, cinco quadros bíblicos e onde os andores armados puxados por carros de juntas de bois torna este cortejo singular”, considerou a vereadora.

Ana Catarina Rocha acrescentou que, “a esta festa plurissecular”, e em complemento ao programa religioso, a comissão de festas programou animação que abrange várias áreas, com uma animação eclética, dirigida a vários segmentos, desde jovens a um público mais adulto e com gostos diversificados”.

Até às festividades religiosas é possível ouvir, no palco da Av. Dr. Alfredo de Sousa, “A Kind of Queen – Portuguese Tribute Show” e nomes nacionais como o de Anselmo Ralph, Anjos, Camané, Sam the Kid e Mundo Segundo.

“O ‘ZigurFest’, festival inteiramente dedicado à música e expressão artística feita em Portugal, também vai decorrer, assim como as tradicionais Marcha Luminosa, Batalha das Flores, a Grande Noitada e, no último dia, o Fogo Preso”, revela o programa do certame.

Texto de Lusa
Fotografia de Chris Lawton disponível via Unsplash

Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.