O projeto Cultura Acessível atualizou a sua agenda para corresponder às necessidades de quem a procura, em tempos de confinamento. Através dos filtros “o quê”, “quando”, “onde”, e “para quem” é possível descobrir que programas existem com audiodescrição , legendas ou língua gestual portuguesa. 

Gerido pela Acesso Cultura, o projeto que conta com o apoio da Fundação Millennium BCP surgiu com o intuito de reunir “informação sobre a programação cultural acessível em Portugal”, como é possível ler na descrição do mesmo. Para se adaptar à realidade atual, passou a reunir os espetáculos, séries e conferências que estejam acessíveis e disponíveis através da televisão ou da internet. 

Em cada evento é possível ter acesso a uma pequena descrição, o local em que estará disponível, para quem está acessível (surdos e deficiência auditiva, ou deficiência visual) e a que tipo de público se destina (crianças, jovens ou adultos). 

É no sentido de tornar a cultura mais acessível e divulgar o conteúdo que já o é, que a Acesso Cultura tem vindo a trabalhar. Podes recordar a reportagem “Acesso à cultura: no (sub)mundo onde as cores têm texturas e os detalhes escapam por entre as mãos”, na qual focamos a falta de acessibilidade na cultura a pessoas com deficiência visual ou de baixa visão e entrevistámos Maria Vlachou, diretora executiva da Acesso Cultura, aqui.  

Texto de Carolina Franco
Fotografia de Scheier .hr disponível via Unsplash
Se queres ler mais notícias sobre a cultura em Portugal, clica aqui.