De 5 a 26 de Junho, decorrerá o curso online "Cultura Portuguesa - Marcos e Tendências", com coordenação de Guilherme d'Oliveira Martins, promovido pelo Centro Nacional de Cultura.

Este está organizado em quatro sessões, que terão lugar à sexta-feira, das 18h00 às 19h30, organizadas da seguinte forma: "1. Uma Cultura Mediterrânica, Atlântica, Céltica e Latina; 2. Dos Trovadores aos Cronistas. A inovação de Fernão Mendes Pinto; 3. Índia e Brasil – a influência do Mundo Novo e 4. Do Romantismo à Modernidade. Língua de várias culturas."

"Desde a Poesia Trovadoresca aos nossos dias, a cultura portuguesa afirmou-se em diálogo permanente com a evolução europeia e a abertura de pistas para a primeira globalização. O lirismo, a referência trágico marítima e o picaresco foram percorrendo uma evolução que atinge a maturidade na poesia com Luís de Camões e a maturidade da prosa com Vieira. O Renascimento, o Cultismo, o Barroco, o Romantismo e o Naturalismo evoluem em contacto com o que se assiste no panorama cultural ocidental. Progressivamente as influências de outras culturas e continentes fazem-se sentir, até aos dias de hoje. A evolução da língua portuguesa, como língua de várias culturas e cultura de várias línguas, é também do maior interesse. Desde o galaico-português à língua no Brasil, em África e até na Ásia, merece atenção…", lê-se na apresentação.

Guilherme d'Oliveira Martins está profundamente envolvido com o CNC, pertencendo aos corpos gerentes, à Direcção, enquanto vogal, e ao Grande Conselho/ Conselho das Artes, como Presidente. O Centro Nacional de Cultura é uma Associação Cultural, criada em 1945, cuja importância histórica é incontornável. A Cultura surgiu como resposta de intervenção perante o regime do Estado Novo, ao qual os seus fundadores, um grupo de monárquicos e católicos, se opunham, constituindo um espaço de pensamento e criação, de democracia.

Sabe mais aqui.

Texto de Raquel Botelho Rodrigues
Fotografia disponível na página de Facebook do CNC