No dia 27, pelas 21h, chega a vez da jovem promessa da indie pop rock Vasco Vilhena visitar a Central Gerador para apresentar o disco URSO SOLAR numa versão totalmente acústica. A solo irá vestir a pele de uma personagem que criou para este disco e que está na base do seu título.
 
Baseada no urso malaio, espécie asiática em perigo de extinção, Urso Solar é uma criatura ficcional que procura sensibilizar o Homem para as consequências da sua pegada ambiental. À medida que tenta passar a sua mensagem, e mediante a apatia humana, este urso vai-se desmaterializando em camadas – processo que culmina na sua morte, como que se de um mártir da Natureza se tratasse. Espera-se um início de noite bem passado, que promete ser especial e cantada em bom português.

Vasco Vilhena nasceu em Lisboa em 1993, mas cedo rumou ao Alentejo, onde cresceu. Aos 11 anos disse ao pai que queria ser DJ, tendo recebido como resposta um afirmativo “então vais aprender música a sério”. Começou então por estudar guitarra, e aos 16 anos integrou o naipe de percussão da Sociedade Filarmónica Amizade Visconde de Alcácer, onde permaneceu durante dois anos.

Terminado o Secundário, regressou à capital, com o intuito de estudar para se tornar técnico de som. Este período marca a sua entrada no universo da composição, com um conjunto de canções cantadas em inglês que foi disponibilizado em plataformas digitais. Em 2013 iniciou estudos de piano, e em 2014 lançou aquela que considera ser a última das suas brincadeiras musicais, desta vez já cantada na língua-mãe: o álbum “treze”. Formou-se então em Jazz pela JB Jazz e em Som pela Restart.

O ano de 2018 marcou o seu regresso aos discos, com o mais maduro “Urso Solar”. Inspirado pela Mensagem para Ursos de Coelho Radioativo e pelo urso malaio, uma espécie em vias de extinção, Vasco criou a personagem que dá nome ao disco. Este Urso pretende dar voz à Natureza, alertando o Homem para os perigos da relação abusiva que tem vindo a estabelecer para com o planeta. Infelizmente, as suas preces não são ouvidas, situação que o leva a desmaterializar-se lentamente, camada por camada, até se evaporar. A par dos concertos de apresentação de “Urso Solar”, Vasco trabalha numa empresa audiovisual, e vai dando corpo às canções que irão compor a sequela deste disco.

A Central Gerador está aberta de quarta a sábado, entre as 18h e as 23h, e domingo das 15h às 20h. Fica atento ao Facebook e Instagram oficiais da Central Gerador para estares a par de todas as novidades :)

Onde fica a Central Gerador?

A entrada faz-se pela Rua Luis Pastor de Macedo, nas traseiras do edifício da Junta de Freguesia do Lumiar, pelo portão verde que estará aberto. A Central Gerador fica no Largo das Conchas, Casa da Cidadania, nº 5, Lumiar (Lisboa).

concerto-vasco-vilhena-gratuito-central-gerador